Economia

Dinheiro esquecido no banco: confira novas etapas do Banco Central

O Banco Central prevê que existe aproximadamente R$ 8 bilhões em valores esquecidos.

SILVIO SOUZA
25/05/22 às 10h44
Dinheiro esquecido no banco: confira novas etapas do Banco Central (Imagem: Montagem/FDR)

Neste ano, o Banco Central anunciou o lançamento do Sistema Valores a Receber (SVR).

Por meio deste serviço, os brasileiros podem consultar se possuem dinheiro esquecido ou inesperado em algum banco, consórcio ou outra instituição financeira.

O Banco Central prevê que existe aproximadamente R$ 8 bilhões em valores esquecidos.

Apesar disso, na primeira etapa, foram disponibilizados, para devolução, cerca de R$ 4 bilhões.

O dinheiro a receber pode ser quantia originária de:

  • Contas-correntes ou de poupança encerradas, com saldo disponível;
  • Tarifas e parcelas ou obrigações relativas a operações de crédito cobradas indevidamente. Isso desde que a devolução esteja prevista em Termo de Compromisso assinado pelo banco com o Banco Central;
  • Cotas de capital e rateio de sobras líquidas de beneficiários e participantes de cooperativas de crédito;
  • Valores não procurados relativos a grupos de consórcio encerrados.

A primeira fase para consultar dinheiro esquecido em banco durou até abril. Desde então, o Sistema de Valores a Receber foi suspenso.

A segunda fase do SVR estava prevista para se iniciar em 2 de maio. No entanto, por conta da greve dos servidores do Banco Central, essa etapa foi adiada.

Dinheiro esquecido já possui data para ser consultado?
Até agora, o Banco Central não comunicou uma nova data para a consulta dos valores esquecidos em instituições financeiras.

A autoridade monetária alega que a suspensão acontece porque seriam adotadas melhorias para os brasileiros que buscam verificar dinheiro esquecidos nessa segunda etapa.

“Em breve, o Banco Central divulgará: a data de reabertura do sistema para novas consultas e resgate dos saldos existentes; e informações sobre valores de falecidos”, afirma o BC.

“Enquanto isso, estamos trabalhando em melhorias do SVR e na inclusão de novos valores”, complementa.

Quais são as novas regras do Sistema Valores a Receber
Após o encerramento da primeira fase de resgate, o SVR definiu algumas alterações. São estas:

  • Não será mais necessário realizar agendamento. Sendo assim, o brasileiro poderá solicitar o resgate do dinheiro no momento da primeira consulta;
  • O sistema terá novas informações repassadas pelas instituições financeiras. Ou seja, quem não possuía valores a receber na primeira etapa deve consultar novamente o sistema. Isso porque os dados serão atualizados, e podem existir novos valores disponíveis.
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM ECONOMIA
Franquia:
Andradina SP
Franqueado:
FLAVIA REGINA DE AVELAR GOMES 25180990858
14.225.543/0001-11
Editor responsável:
Flavia Gomes Mtb 8.016/MG
Email: ointeriorfala@gmail.com
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.