Economia

No MS pecuaristas tem motivos para comemorar em Brasília, mas chorar em Campo Grande

Contra a onde nacional e mundial de liberdade de comércio, o Governo de Azambuja no Mato Grosso do Sul aumenta imposto e aposta na guerra fiscal para aumentar a arrecadação!

TRÊS LAGOAS (MS) - Noroeste Rural
19/11/19 às 10h08
Divulgação - Ivam Carrato

 O Sindicato Rural de Três Lagoas e toda categoria ruralista do Mato Grosso do Sul, está empenhada em impedir que o Governo do Estado aumenta os impostos sobre os produtores rurais. O setor do agronegócio representa 95% do orçamento de impostos daquele estado. Se as alíquotas fossem iguais aos dos estados vizinhos, está provado pela FAMASUL que o volume financeiros seria maior para os cofres do Governo. Mas, até agora eles não foram ouvidos, como informa o presidente do Sindicato Rural de Três Lagoas, Ivam Carrato, nesse texto transcrito abaixo, quando avalia a abertura do mercado externo e a política do Mato Grosso do Sul.
GOVERNO FEDERAL FAZ SORRIR
“ A ministra Tereza Cristina está fazendo trabalho fantástico de abertura de novos mercados de exportação e fazendo com que os frigoríficos de menor porte se enquadrem nas normas de exportação e também façam a concorrência. Ajuda na quebra do monopólio, embora os grandes estejam espalhados pelo mundo”( Ivam Carrato )
GOVERNO ESTADUAL FAZ CHORAR
“Quanto ao Governo Estadual: Com o aumento das alíquotas de FUNDERSUL está prejudicando ainda mais o setor, tendo em vista que acabará sobrando para o consumidor final. A FAMASUL- Federação da Agricultura do Mato Grosso do Sul fez um trabalho incrível, mostrando que abaixando os impostos, como o ICMS para fora do Estado, a arrecadação aumenta. Esse trabalho tem quase dois anos, foi entregue ao Governo do Estado e até agora, nada de apreciar e tornar a proposta realidade. O que o Estado faz é aumentar impostos para equilibrar as contas públicas estaduais”. ( Ivam Carrato )
“Perdemos competitividade com os estados de Minas Gerais e Goiás, que tem alíquotas mais baixas. E nós, da região Costa Leste do MS, temos o privilégio de termos o principal centro consumidor do País, que é o Estado de São Paulo, e não há mais frigorífico na região. Temos o de Bataguassú ( grande porte ) e mais dois de médio e pequeno porte em Aparecida do Taboado e Santa Rita do Pardo” ( Ivam Carrato )

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM ECONOMIA
Franquia:
Andradina SP
Franqueado:
FLAVIA REGINA DE AVELAR GOMES 25180990858
14.225.543/0001-11
Editor responsável:
Flavia Gomes Mtb 8.016/MG
Email: ointeriorfala@gmail.com
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.