Opinião

Sobre mães e seus superpoderes

Quando você olhar para uma mãe beijando e amamentando seu filho no colo, não ofereça palpites

Andréia Stankiewicz*
27/05/19 às 12h46

Quem nunca ouviu falar que beijo de mãe cura tudo? E que não é o ovo ou a quinoa e sim, o leite materno o melhor alimento do mundo? Pois é, mães são realmente superpoderosas e a ciência comprova esse fato.

Ao longo da vida, a mulher entra em contato com uma série de microorganismos na comunidade onde vive e produz anticorpos contra eles, transmitindo essa memória imunológica ao bebê durante a lactação que o protege de diversas doenças.

O colo e a massagem são muito poderosos, pois favorecem o desenvolvimento do cérebro, conferindo sensação de segurança e pertencimento e fortalecendo o vínculo com o bebê. As fibras táteis, quando estimuladas, inibem as fibras da dor, produzindo analgesia. Por isso, quando a mãe faz carinho, dizendo ao filho machucado que logo vai passar, é verdade.

Através do beijo, a mãe estimula a produção de ocitocina e endorfinas, promovendo relaxamento, felicidade e alívio da dor. Além disso, ela recolhe germes presentes na pele e passa a produzir os anticorpos específicos que seu bebê precisa naquele momento.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O leite materno é um alimento vivo e se modifica a cada mamada, ao longo do tempo e de acordo com o ambiente. Por exemplo, o leite do bebê prematuro é mais concentrado; o leite da noite contém maior quantidade de indutores de sono; o leite produzido em climas tropicais é mais rico em água, dispensando suplementação durante a amamentação exclusiva, isto é, nos primeiros seis meses de vida. Enfim, o leite humano não tem nada de fraco. É o melhor alimento do mundo!

Não bastasse tudo isso, uma pesquisa inédita comprovou que a amamentação é capaz de aumentar a inteligência, a escolaridade e a renda das pessoas na idade adulta, quanto maior a sua duração. Esses efeitos são explicados pela presença de ácidos graxos no leite materno, essenciais para o desenvolvimento do cérebro.

Portanto, quando você olhar para uma mãe beijando e amamentando seu filho no colo, não ofereça palpites, críticas, nem preconceito. Ofereça apoio e admiração, porque todos esses superpoderes, só as mães têm.

 

Andréia Stankiewicz, dentista odontopediatra funcional e maternoinfantil, com habilitação em odontologia hospitalar, especialista em aleitamento materno e doula. Mãe da Luiza e do Pedro.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM OPINIÃO
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2019 - Grupo Agitta de Comunicação.