Pimenta

Câmara vota com urgência pedido de comissão para cobrar melhorias no Iamspe

Projeto pede que pacientes de Araçatuba sejam remanejados para hospitais da região

Guilherme Leal - Hojemais Araçatuba
27/04/19 às 10h07
Dunga (DEM) apresentou projeto em regime de urgência para criação de comissão (Foto: Angelo Cardoso/Divulgação)

A Câmara de Vereadores de Araçatuba (SP) discute em regime de urgência projeto de resolução que constitui comissão especial de três vereadores para verificar junto ao governo do Estado e à superintendência do Iamspe (Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual), a possibilidade do encaminhamento de pacientes que aguardam a realização de procedimentos cirúrgicos na Santa Casa Araçatuba para outros hospitais da região.

A matéria é de autoria do vereador Antônio Edwaldo Dunga Costa (DEM). O parlamentar apresentou requerimento no começo deste mês questionando o atendimento do instituto em Araçatuba. Na justificativa, o vereador argumenta que as reclamações da demora para marcar procedimentos têm sido constantes.

Eu não

Os vários grupos políticos araçatubenses já começam a se articular de olho na corrida eleitoral de 2020. Sempre especulado como possível candidato a prefeito, o juiz de Direito da 3ª Vara Criminal de Araçatuba, Emerson Sumariva Junior, teve seu nome citado durante conversas entre observadores locais. No entanto, em contato com a reportagem do Hojemais Araçatuba , Sumariva, bem-humorado, disse que essa hipótese está fora de questão: “isso é conversa, eu não vou me aposentar para ser candidato. Meu espaço é aqui no Judiciário.”

Mas eu sim

Por outro lado, em Birigui, alguns nomes já começam a se confirmar na disputa. Um deles é o do vereador José Fermino Grosso, o Fermino (DEM). Depois da discussão que teve com o presidente do Legislativo, Felipe Barone (PPS), na última sessão, o democrata afirma que os ataques a ele aumentaram após o anúncio de sua candidatura. No entanto, isso não o fez mudar de ideia: “vou sair a prefeito de qualquer jeito”.

Adiado

O projeto de autoria do Executivo que pedia autorização da Câmara para criação de 20 cargos públicos em Birigui foi adiado por 14 dias. A pedido do líder do governo no Legislativo, vereador Andrey Servelatti (PSDB), a matéria propõe criação de 15 cargos de oficial administrativo e 5 de monitor lúdico no quadro de servidores efetivos. Os salários podem chegar a R$ 2.145,72. Os dois cargos exigem formação no ensino médio, entretanto, é necessário que o candidato tenha curso específico na área para a vaga de monitor. Atualmente, o Executivo conta com 23 oficiais administrativos e dois monitores lúdicos.

Vereadora Marlene Mira (PRB) afirma que pretende focar nas questões sociais durante seu mandato (Foto: Angelo Cardoso/Divulgação)

Social

A vereadora Marlene Mira (PRB) participa da sessão da Câmara de Vereadores de Araçatuba nesta segunda-feira (29). Ela assumiu depois que o vereador Cido Saraiva (MDB) pediu licença de 30 dias e após a vereadora Cláudia Crepaldi (PCdoB) também se licenciar. Marlene, afirmou que vai focar o seu período na Casa de Leis em projetos e demandas que são caras ao social, área em que já atua. Na última eleição, ela obteve 1.209 votos.

Perigo

Os animais que andam soltos pelas ruas estão na mira da vereadora Ester Mioto (PSD), em Penápolis. Ela apresentou, na última sessão, requerimento questionando o município sobre o que é feito com relação aos animais de grande porte que circulam pelas ruas da cidade. De acordo com o documento, além de circularem livremente, o gabinete da parlamentar tem recebido também denúncias de cavalos que são maltratados pelos donos. Agora, a Prefeitura tem 15 dias para responder.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM PIMENTA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.