Pimenta

Denúncias de Dafé viram inquéritos no Ministério Público de Birigui

Na coluna Pimenta, movimentação dos seguidores de Bolsonaro após anúncio de criação de novo partido

Da redação*
18/11/19 às 15h07

O Ministério Público de Birigui (SP) abriu inquéritos com base em duas denúncias feitas pelo vereador Dafé (PV) contra a administração de Cristiano Salmeirão (PTB). Uma delas é um pedido de intervenção do órgão na venda de terrenos públicos, autorizada pela Câmara. A denúncia pede que o órgão evite a aplicação irregular de dinheiro público, já que esse tipo de negociação só pode ser feita para pagamento de dívida com a Previdência, e não para o pagamento de despesas e dívidas com concessionárias, conforme consta nos projetos. Nos bastidores há informação de que rolou até de troca de favores, pois os projetos tiveram votos favoráveis até de quem era contra.

Doação de área

O segundo inquérito irá investigar a denúncia de doação de uma área verde , na marginal da rodovia Deputado Roberto Rollemberg (SP-461), para um condomínio particular de Birigui. Pela legislação, área verde é espaço livre e de uso público. No caso em questão, além do terreno ter sido doado, ele foi fechado, passando a integrar a área do condomínio, que construiu quadras de tênis e futebol, além de uma pista concretada de caminhada para uso exclusivo dos condôminos. A doação teria sido feita de maneira direta pela Prefeitura, conforme áudio divulgado pelo próprio prefeito em mídias sociais.

Ofensiva

Além das denúncias, o autor promete revelar na próxima sessão da Câmara de Birigui gravação em que Salmeirão aparece, quando vereador em 2012, denunciando o então prefeito Wilson Carlos Rodrigues Borini (DEM) pela doação de uma área verde para a construção de uma escola. Na época ele teria dito na tribuna que é de conhecimento público, com base na Constituição Federal, de que “em área verde não pode ser construído nada.” A gravação prova que o prefeito sabe da irregularidade que cometeu.

Everton Sodario diz que vai acompanhar presidente (Foto: Arquivo pessoal)

PSL na região

O anúncio da saída do presidente Jair Bolsonaro do PSL e a criação de um novo partido político, a Aliança pelo Brasil, atingirá também a região de Araçatuba. O prefeito de Mirandópolis, Éverton Sodário, o primeiro eleito pelo PSL no País, diz que vai acompanhar o presidente. “Respeito o PSL, agradeço o tempo que o partido me recebeu, mas sou fiel ao presidente Bolsonaro (...) Jamais fui partidário, sempre fui Bolsonarista e não pesselista”, disse à coluna.

Diretório

O mesmo acontecerá com o diretório provisório do PSL, recém-registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o comando do advogado e jornalista Iranilson Silva (presidente) e Jacques Lima Pétia (vice). “Como nós apoiamos o presidente Bolsonaro e Eduardo Bolsonaro seguimos o governo. Abandonamos o PSL e vamos ajudar a fundar o novo partido Aliança pelo Brasil”, adiantou. Iranilson viaja para Brasília no próximo dia 21, quando terá uma convenção nacional para o lançamento da nova sigla partidária, que também deverá ter o comando de Iranilson na região.

Guinada à direita

A prefeita de Andradina Tamiko Inoue virou à direita e trocou o PCdoB pelo PSDB. Apesar da mudança ideológica, a prefeita garante que seu foco é na governabilidade e realização de uma gestão de resultados. A troca de partidos ocorreu após convite dos vereadores tucanos de Andradina, Edgar Dourado e Joaquinzão.

Reeleição

A prefeita disse que o governador João Dória (PSDB) já manifestou apoio a uma possível reeleição sua e, caso ela não decida concorrer em 2020, apoiará o nome que ela indicar. Nos bastidores políticos de Andradina circula que Tamiko vai abdicar da reeleição, abrindo espaço para seu padrinho e aliado político, Jamil Ono (Patri), que já governou a cidade em duas gestões pelo PT. Para alguns, a mudança engessa o PSDB em lançar candidato próprio, caso ela não tente a reeleição ou Jamil não se bandeie para o ninho tucano.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
  12/08/22 às 14h46
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM PIMENTA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.