Pimenta

Velório de vice-prefeito de Birigui vira 'palanque'

Carlão Gallindo (PSD) morreu devido a complicações da covid-19 e foi velado na Câmara na segunda-feira (7) entre "coloridos resistentes defensores do capitão do País"

Da Redação - Hojemais Araçatuba
08/06/21 às 17h10

No dia em que o Brasil somou mais de 1 mil mortes por covid-19 em 24 horas, e no qual o TCU (Tribunal de Contas da União) precisou desmentir declarações do presidente Bolsonaro (sem partido) que maquiavam a gravidade pandêmica, o vice-prefeito de Birigui, Carlão Gallindo (PSD), foi velado entre "coloridos resistentes defensores do capitão do País. O traje preto, tradicional em ocasiões fúnebres, deu lugar às camisetas verde e amarela, símbolo recente de apoio ao governo bolsonarista. 

Palanque
Com as camisetas, o prefeito Leandro Maffeis (PSL), sua esposa, e uma variedade de outros apoiadores transformaram o momento fúnebre em uma espécie de manifestação política. Em um telão no centro do plenário da Câmara, onde aconteceu a cerimônia, o "time" do prefeito projetou imagens da campanha de Maffeis e Gallindo, relembrando as carreatas, os pedidos de votos e demais momentos da disputa eleitoral. Na sua página no Facebook, o prefeito postou vídeo semelhante ao que foi transmitido ( confira no final do texto ). 

Caos
Curiosamente, o prédio do Legislativo precisou fechar as portas horas depois do velório justamente por causa de um caso de covid-19. Um vereador, que, conforme apuramos, esteve na Câmara durante toda a manhã e acompanhou o velório (que foi das 13h às 16h), estava com suspeita da doença, mas teve o resultado positivo confirmado somente no final da tarde.

 

Foram projetadas imagens da campanha de Maffeis e Gallindo em telão no centro do plenário (Foto: Reprodução de vídeo)

Casos 

Se por um lado o velório do vice-prefeito estava parecendo um "palanque", Birigui, assim como muitas cidades da região, vive em clima de luto. O município confirmou, nesta terça-feira (8), 12 mortes de moradores devido à covid-19. Do total de óbitos, nove ocorreram no mês passado. A cidade investiga ainda mais três mortes.  

A perda mais recente por complicações da covid-19 foi justamente a de Carlão, segundo a Prefeitura. Inclusive, o político precisou ser transferido às pressas para o Hospital Geral de Promissão, uma cidade menor do que Birigui, porque a Santa Casa - local onde estava internado o vice-prefeito -, não possui estrutura para procedimento de hemodiálise. 

Emenda

Ainda sobre hemodiálise, o Estado autorizou a liberação de emenda parlamentar no valor de R$ 200 mil para a Santa Casa de Birigui para adquirir dois aparelhos de hemodiálise. O recurso direcionado pelo deputado federal Vanderlei Macris (PSDB-SP) atende solicitação dos vereadores André Fermino (PSDB) e Paulo Sérgio de Oliveira (Avante), o Paulinho do Posto.

A informação repassada em ofício é que moradores vieram à óbito no município, esperando vaga na Santa Casa de Araçatuba, para realização de hemodiálise, pois o hospital não dispõe de equipamento.

Com as mortes recentes, Birigui contabiliza 466 óbitos desde o início da pandemia. De acordo com o boletim, 17 novos casos da doença foram confirmados nos últimos dias, subindo para 11.603 o número de moradores que testaram positivo para covid-19. Há 452 moradores aguardando resultados de exames.

*Na coluna Pimenta são publicadas informações de bastidores da política da região de Araçatuba.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM PIMENTA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.