Viver Mais

O que a astrologia revela para 2021, o ano de Vênus

O ano que começa será marcado pela conjunção de Júpiter e Saturno e pela transição para a Era de Aquário; mas o que tudo isso quer dizer?

Manu Zambon - Hojemais Araçatuba
01/01/21 às 18h00
Foto: Banco de imagem

O ano de 2020 foi marcado pela tríplice união de Saturno, Júpiter e Plutão em Capricórnio. Na astrologia, isso indicaria grandes mudanças. Não tem como discordar; estamos nos despedindo do ano que trouxe à tona um “novo normal”. 

Mas não estamos aqui para falar do “passado”, até porque 2021 já começou. Acreditando ou não em astrologia, é difícil resistir às previsões. 

Consultamos a astróloga e jornalista Elaine Bertone, de Bauru (SP), para saber o que os astros reservam para o próximo ano. E já adiantamos, o elemento Ar estará em evidência e Vênus será o regente de 2021. Será que o ano estará propício ao romance? Confira!

Júpiter e Saturno

Dois mil e vinte e um recebe a influência da conjunção rara de Júpiter e Saturno em Aquário - que aconteceu no dia 21 de dezembro. Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar, representa a expansão e a prosperidade e Saturno, que é o segundo maior planeta, representa o poder, a disciplina e as limitações.

“É, sem dúvida alguma, o momento astrológico mais importante que antecedeu o ano novo”, destaca a profissional. 

É interessante dizer que a conjunção de Júpiter e Saturno, com as mesmas condições de dezembro, no signo de aquário, aconteceu pela última vez há quase 800 anos, na Idade Média, mais precisamente em 04/03/1226, afirma Elaine.  

Já a conjunção desses dois planetas ocorreu há 20 anos no signo de Touro, quando finalizou o processo de conjunções nos signos do elemento Terra, que duraram um período de 200 anos. 

Como o elemento Ar irá influenciar 2021?

Essa mudança do planetas para elemento Ar representa não só o término da predominância da perspectiva materialista dos signos de Terra, como a abertura de um novo ciclo com perspectivas nas ideias, na valorização do conhecimento, do humanismo, com visão para o coletivo e o bem comum. 

“Podemos dizer que aquele processo estruturado, estável e fixo que conhecemos nos signos de Terra vai dar lugar para um ciclo mais inteligente, flexível e mutável”. 

A conjunção de Saturno e Júpiter em aquário traz consigo os efeitos de uma grande mutabilidade, explica Elaine, já que esse fenômeno é o início de um novo ciclo de conjunções que se farão nos signos do elemento Ar, começando por Aquário; as mudanças serão velozes e com grandes revoluções tecnológicas, que darão ênfase à vida virtual de forma nunca vista. 

Portanto, será o signo de Aquário que irá imprimir o tom desse ano que começa, e de uma forma mais genérica, apresentará as qualidades do elemento Ar, que irá predominar durante os próximos 200 anos. 

A Era de Aquário

Antes de entendermos o que de fato significa a Era de Aquário, Elaine explica que as Eras duram cerca de 2.000 anos, aproximadamente, mas não existe um início ou um término preciso sobre elas. “Não é o mesmo que olhar um calendário e dizer: aqui termina a Era de Peixes e aqui começa a de Aquário. Não funciona assim. Entretanto, podemos dizer, sim, que estamos numa fase de transição entre uma e outra”, detalha. 

A saída de Júpiter e Saturno do signo de Capricórnio indica que o conservadorismo vai dar lugar para a imprevisibilidade e a instabilidade de Aquário. A entrada de Júpiter e Saturno em Aquário é, de fato, um empurrão e tanto para que o astral  predominante seja  mais aquariano do que nunca. 

“Não podemos nos esquecer que, ainda, resta Plutão em Capricórnio e que este só vai  imigrar para Aquário em 2023, completando a passagem dos planetas que estavam em  Capricórnio para Aquário”. 

“O que podemos dizer, sem sombra de dúvida, é que 2021 é o espírito de um novo tempo que se inicia”, conclui.

O ano de Vênus 

Em 20 de março de 2021 inicia-se o ano de Vênus, cuja regência faz parte do grande ciclo de 36 anos de Saturno.  O Sol, que influenciou 2020, descortinou toda a verdade sob os nossos olhos, para o bem e para o mal – de forma que o joio e o trigo puderam ser reconhecidos sem dificuldade, conta a astróloga. 

“Agora em 2021, Vênus vai enfatizar os nossos verdadeiros valores, sejam eles relacionados ao dinheiro, aos amores, aos princípios e aos relacionamentos. Vênus é conhecida como o planeta do Amor, portanto, é o ano de deixar que o amor seja o nosso guia. Teremos que dar prioridade para o que valorizamos, porque é com base nisso que faremos as nossas escolhas”. 

Por ser o planeta regente de Touro e Libra, é o ano de lutar pela estabilidade e priorizar sua segurança e qualidade de vida (características de Touro). “Da parte de Libra, você poderá se preocupar em satisfazer seu lado afetivo e a atração, considerando que você atrai tudo o que deseja, de acordo com a sua própria vibração. Libra, ainda, tem relação com aquilo que nos move e nos inspira, a amabilidade e o encantamento. Portanto, se você tem um objetivo, é fundamental enamorar-se dele”. 

Então, será que tudo será cor de rosa?

Evidentemente que não. O lado obscuro da própria Vênus tem a ver com a maneira de usar o dinheiro de forma indevida para sanar a sua carência afetiva. Seja gastando demais, comendo demais, ou usando o seu lado possessivo para manter o que é seu. Em nível social, as desigualdades podem aumentar nesse ano. 

“Os inimigos declarados, que também fazem parte da Vênus, quando consideramos Libra no horóscopo fixo, na sétima Casa, diz respeito às alianças daqueles que podem tentar nos derrubar. Assim, vamos ter cautela e não abusar da sorte”. 

Como saber onde Vênus vai agir na sua vida?

Conhecer o mapa natal será fundamental nessa tarefa, porque é por meio dele que saberemos onde a Vênus vai atuar. Elaine explica que é preciso localizar as Casas, no mapa astral, em que Touro e Libra estão regendo. São nessas Casas que o planeta regente de 2021 vai vibrar mais intensamente. 

“Além disso, será preciso olhar mais atentamente para o signo da sua Vênus no mapa astral, pois somente, assim, conseguirá estar  em maior sintonia com a natureza amorosa desse signo e, sem dúvida,  tirar maior proveito da influência de Vênus em sua vida”. 

A astróloga conta que a Casa em que Touro estiver regendo, será o lugar que vai pedir mais estabilidade, solidez e ao mesmo tempo, permitirá que se sinta mais confortável, podendo curtir e relaxar como gosta.

Já a Casa que estiver sob a regência de Libra, será aquela em que você deverá abrir portas e janelas, com a finalidade de trocar afeto, carinho e deixar o ambiente ou a si mesma(o) mais bonita(o), atraente e elegante. 

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM VIVER MAIS
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.