Cotidiano

Mortalidade de pacientes com problemas no coração após covid-19 é de 42%

A covid-19 é uma doença predominantemente pulmonar, mas que pode afetar diversos órgãos, inclusive o coração

Jornal da USP
22/10/21 às 16h02

Um estudo do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP aponta que a mortalidade de pacientes que tiveram problemas no coração após contrair covid-19 é de 42%. Foram avaliados os prontuários médicos de 2.546 pacientes entre julho e outubro de 2020. 

O professor Roberto Kalil Filho , cardiologista, presidente do InCor e responsável pelo estudo, conta que a covid-19 é uma doença predominantemente pulmonar, mas afeta diversos órgãos, como o coração. “Existe a síndrome pós-covid, que pode ter consequências no coração após a alta hospitalar”, acrescenta. Por conta desses fatores, Kalil ressalta a importância do acompanhamento clínico mesmo que o paciente tenha se recuperado da doença.

Os pesquisadores estabeleceram parâmetros para calcular a mortalidade dos pacientes. “É mais um dado e mais um instrumento para auxiliar o paciente na UTI a ter o melhor prognóstico”, diz Kalil.

Segundo o professor, as pessoas que já têm complicações cardíacas podem ter seu quadro agravado pelo coronavírus. “Mas o mais interessante é que o vírus agride o coração mesmo nas pessoas que não tiveram problema.”

O estudo foi publicado na revista científica IJC Heart & Vasculature e pode ser acessado na íntegra. 

Mais notícias

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Maringá PR
Franqueado:
SPOT COMUNICACAO DIGITAL LTDA
37.794.547/0001-16
Editor responsável:
Victor Faria / Kris Schornobay / Amaro de Oliveira
contato@mga.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.