Economia

Lichia é a fruta das festas de final de ano e tem maior oferta em dezembro

Paraná é o 3º maior produtor de lichia do Brasil; região de Maringá responde por 11% de produção da fruta 

Redação - HojeMais Maringá
04/12/21 às 07h05

As festas natalinas e de ano-novo são repletas, também, de frutas. Entre elas, a lichia é uma das que aparecem nas ceias tanto pelo sabor, como pela beleza decorativa. O que é facilitado em razão da concentração de oferta ser em dezembro. 

Em 2020, as unidades da Ceasa no Paraná comercializaram 60 toneladas da fruta. A maioria (41 toneladas) foi transacionada em dezembro, cristalizando a lichia como “fruta das festas de final de ano”. Em 2021, já passaram pelas Centrais do Estado 7 toneladas, mas aguarda-se um aumento expressivo para os próximos dias.

Do total comercializado nas Ceasas no ano passado, 83,8% tiveram origem em pomares do Estado. De São Paulo chegaram 12,4% e Minas Gerais contribuiu com 3,9%. O preço médio ficou em R$ 12,27 o quilo.

Apesar da redução significativa de 42,8% em área e de 51,2% no volume de colheitas observada nos últimos anos, o Paraná é o terceiro maior produtor de lichia do Brasil, atrás de São Paulo e Minas Gerais, com participação de 13,9%. Com 172 hectares plantados em 2020, de onde foram retiradas 1,3 mil toneladas da fruta, a cultura alcançou VBP (Valor Bruto de Produção) de R$ 11,7 milhões.

A produção paranaense está concentrada na região de Jacarezinho (Norte Pioneiro), com 63,7% de participação. O município de Carlópolis é o principal produtor, respondendo por 38,7% das colheitas. Os Núcleos Regionais de Cornélio Procópio (18,3%) e Maringá (11%) , no Noroeste também têm boa representatividade. A fruta está presente no VBP de 43 municípios no Estado.

A lichia tem uma história que ultrapassa 2 mil anos, com raízes no Sul subtropical da China e Norte do Vietnã. Um estudo publicado pela Sociedade Internacional de Ciência Hortícola estima que, em 2018, a produção mundial foi de 3,5 milhões de toneladas, e a China respondeu por 80% (2,8 milhões de toneladas). O último dado brasileiro é do IBGE, de 2017, que mostra 1.037 hectares, onde se colheu 5.103 toneladas.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM ECONOMIA
Franquia:
Maringá PR
Franqueado:
SPOT COMUNICACAO DIGITAL LTDA
37.794.547/0001-16
Editor responsável:
Victor Faria / Kris Schornobay / Amaro de Oliveira
contato@mga.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.