Economia

Maringá é a terceira cidade com melhor saldo de empregos em outubro no Paraná: foram 1.413, segundo Caged

Comércio gerou quase 50% das vagas na cidade: 701 no total; maior saldo do Estado foi Curitiba (11.704), seguido por Ponta Grossa (1.771)

AEN - Victor Faria - HojeMais Maringá
26/11/20 às 16h08

Maringá teve um saldo positivo de 1.413 vagas de emprego em outubro e foi a terceira cidade do Estado, em desempenho de oportunidades no mercado de trabalho, ficando atrás apenas de Curitiba (11.704) e Ponta Grossa (1.771). Os números são do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados nesta quinta-feira (26), pelo Ministério da Economia.

Durante todo o mês de outubro a cidade teve 6.689 admissões, enquanto outras 5.276 perderam as colocações no mercado de trabalho. O primeiro semestre do ano registrou quedas sucessivas no número de empregos na cidade. Durante os meses da pandemia, entre março e junho - meses onde as restrições às atividades comerciais eram mais fortes -, Maringá teve um saldo negativo de 6.589 postos de trabalho.

Em março foram 703 demissões a mais do que contratações. Em abril, a maior queda do ano: 3.542. Em maio, o a diferença de pessoas que perderam o emprego em relação aquelas conseguiram colocação no mercado de trabalho, continuou aguda com déficit de 1.709 empregos. Por fim, em junho, o saldo negativo foi de 635 postos de trabalho.

Veja o saldo de empregos por setor em Maringá:

  1. Comércio: saldo de 701 vagas
  2. Serviços: saldo de 469 vagas
  3. Indústria: saldo de 139 vagas
  4. Construção Civil: saldo de 98 vagas
  5. Agronegócio: saldo de 6 vagas.

PARANÁ

O Paraná abriu 33.008 vagas formais de trabalho em outubro, terceiro melhor resultado do País em volume de carteiras assinadas. O Estado registra o quinto mês seguido de alta nas contratações, e se recupera dos efeitos mais severos da pandemia, que fechou cerca de 100 mil postos de trabalho. O saldo de vagas abertas no acumulado de janeiro a outubro já é de 33.615 novos empregos, segundo melhor indicador do Brasil.

Os números de outubro foram os melhores do ano, com crescimento de quase 70% em relação a setembro, que apontou 19.578 vagas criadas. O resultado também representa mais de 8% dos 394.989 empregos gerados em todo o território nacional no mês passado. O balanço foi divulgado nesta quinta-feira (26) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), ligado ao Ministério da Economia.

Os setores que mais criaram vagas foram serviços (12.391), comércio (9.423), indústria (8.452) e construção civil (3.074). Um destaque positivo é a área de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas, que está enquadrada no segmento de serviços, com 8.895 novas carteiras assinadas.

Para o governador Carlos Massa Ratinho Junior, os números refletem o acerto na estratégia do Governo do Estado de valorizar a produção local e investir em obras estruturantes como base da recuperação de empregos. Ele também disse que os números espelham o crescimento que o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) havia constatado em setembro na indústria (7,7%), no comércio (2,6%), no turismo (11,7%) e em serviços (1,2%).

“São dados animadores que se somam à retomada dos empregos. Este é o melhor programa social que existe e aquele que conforta as famílias. Estamos buscando investimentos junto ao setor produtivo, facilitando o acesso ao crédito e estimulando ainda mais o empreendedorismo com programas de desburocratização”, afirmou Ratinho Junior. “O Paraná é forte e dá sinais positivos para o País”.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM ECONOMIA
Franquia:
Maringá PR
Franqueado:
SPOT COMUNICACAO DIGITAL LTDA
37.794.547/0001-16
Editor responsável:
Victor Faria / Kris Schornobay / Amaro de Oliveira
contato@mga.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.