Especial

Município de Maringá apresenta mostra sobre a pandemia

Evento será aberto nesta quarta-feira (15) na capela do Hospital Municipal e apresentará um histórico por meio de fotos, vídeos e depoimentos

Siacom - Redação - HojeMais Maringá
14/12/21 às 19h04

A Prefeitura de Maringá abre nesta quarta, (15), a Mostra “Covid-19, um divisor de águas”, que apresentará um histórico da pandemia por meio de fotos, vídeos e depoimentos. Também haverá homenagens aos familiares de vítimas, reconhecimento dos profissionais envolvidos nos cuidados, celebração da vitória dos sobreviventes e mostra das conquistas alcançadas pelo hospital em meio à pandemia.

A abertura da mostra será às 9h, na capela do hospital, com apresentação de um trio de cordas da orquestra da Unicesumar.
 
O secretário Marcelo Puzzi frisa que a covid-19 é uma tragédia que atingiu o mundo todo e que foram necessárias pesquisas e estudos para combater a doença. Segundo ele, muitas pessoas foram salvas graças ao trabalho de equipes multiprofissionais, além do apoio de equipes operacionais nos bastidores. “Como é uma doença recente, novos procedimentos foram criados no combate e no tratamento e recuperação das pessoas enfermas. Durante este processo a dedicação e criatividade dos profissionais envolvidos no processo foram fundamentais”. 
 
Assim, o evento vai resgatar e valorizar inovações implantadas devido às necessidades geradas pela pandemia. Ações como a criação de uma equipe própria para o Núcleo de Vigilância Epidemiológica Hospitalar, do Setor de Gestão da Qualidade e do Grupo de Trabalho em Sustentabilidade Ambiental e de diversas comissões: Comissão de Ética em Enfermagem, Comissão de Assuntos Internos, Comissão de Cuidados Paliativos, Comissão de Cuidados com a Pele e o Serviço de Odontologia Hospitalar. Também foram celebradas parcerias como com o Hub Connect HealthTech, que visa a promoção da qualidade de vida no trabalho e valorização dos profissionais da linha de frente da covid-19. 
 
Para simbolizar todos os pacientes sobreviventes homenageados foram escolhidos Eudes Januário e Jaqueline Cristina Palhari Oliveira. Januário foi internado em 1o de abril de 2020, permanecendo internado até 20 de maio do mesmo ano. Foram 50 dias de UTI. Jaqueline foi internada em meados de junho de 2021 na UPA Zona Sul e depois transferidas para a UTI do HMM. Ela inclusive teve uma irmã que não resistiu à doença, Gabriella Giovana Palhari Oliveira.


 

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM ESPECIAL
Franquia:
Maringá PR
Franqueado:
SPOT COMUNICACAO DIGITAL LTDA
37.794.547/0001-16
Editor responsável:
Victor Faria / Amaro de Oliveira / Anderson Lopes
contato@mga.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.