Geral

Idoso passa mal em sarjeta em frente ao Hospital Bom Samaritano em Maringá

Ocorrência foi registrada na tarde desta última segunda-feira (23); Ele foi atendido pelo Samu (Serviço de Atenção Móvel de Urgência) e encaminhado a outra unidade hospitalar

Hoje Mais
24/05/22 às 10h44

Um idoso, de 62 anos, passou mal em frente ao Hospital Bom Samaritano, do grupo Humana Saúde, e teve que aguardar, na sarjeta, o atendimento do Samu (Serviço de Atenção Móvel de Urgência). Segundo testemunhas no local, ele buscou atendimento no hospital mas, por não ter o plano privado, não conseguiu o atendimento inicial.

A ocorrência foi registrada na tarde da última segunda-feira (23), quando diversas pessoas estavam no local aguardando atendimento no PA (Pronto Atendimento) do hospital. Segundo uma testemunha, o idoso foi até o local buscando ajuda por estar passando mal. Ao sair do local sem atendimento, ele se deitou no chão e por lá ficou.

Antes que a ambulância do Samu chegasse, diz uma testemunha, um médico que estava entrando no hospital parou para dar os atendimentos iniciais, segundo ela, "por conta própria". Em nota, o hospital Bom Samaritano afirmou que o homem - ao verificar que o hospital não era conveniado do SUS (Sistema Único de Saúde) - abdicou do tratamento. Confira a nota na íntegra.

"Um paciente de 62 anos esteve no dia 23 de maio no hospital Bom Samaritano de Maringá, perguntando se a unidade realizava atendimento pelo SUS. Após obter informações que atendia somente pacientes de convênios e particulares, ele não quis aguardar e retirou-se do local.

Ao sair da unidade, ainda na calçada, não se sentiu bem e um profissional do Hospital Bom Samaritano prestou o primeiro atendimento, de acordo com o protocolo, sendo encaminhado para a realização de exames. Em seguida, o paciente recebeu o atendimento do SAMU e foi encaminhado para a unidade de referência.

O atendimento foi prestado assim que os nossos colaboradores tiveram conhecimento do ocorrido. Reforçamos o nosso compromisso nos atendimentos, de acordo com os protocolos do hospital."

A testemunha, que estava no local, afirmou que o atendimento do Bom Samaritano estava extremamente moroso. Ele, por exemplo, precisou esperar mais de seis horas para ser atendido no Pronto Atendimento.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM GERAL
Franquia:
Maringá PR
Franqueado:
SPOT COMUNICACAO DIGITAL LTDA
37.794.547/0001-16
Editor responsável:
Victor Faria / Amaro de Oliveira / Anderson Lopes
contato@mga.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.