Geral

Mulheres fazem manifesto contra a violência, na Praça Raposo Tavares, em Maringá

O ato “Maringá diz não à violência contra a Mulher”, organizado pela Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, na manhã de sábado (31) reuniu dezenas de pessoas

Redação HojeMais Maringá
31/07/21 às 16h16

 O ato “Maringá diz não à violência contra a Mulher”, organizado pela Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, na manhã de sábado (31) reuniu dezenas de pessoas. na Praça Raposo Tavares.

O manifesto contou com diferentes grupos que apresentaram faixas, leitura, discursos, atividades culturais, soltura de balões, entre outros. Houve apoio da equipe da Maria da Penha da Guarda Civil Municipal e intérprete de Libras. “Maringá diz não à violência contra a mulher, lutamos pelos direitos da mulher!”, declara a secretária da Mulher, Terezinha Pereira. “Precisamos romper com o paradigma de que em ?briga de marido e mulher não se mete a colher?. Mudamos este ditado para ?em briga de marido e mulher, a gente salva a mulher?. Esta é uma luta não só do poder público, mas de toda sociedade”.

A secretária ressalta que a Praça Raposo Tavares, que será remodelada pela Prefeitura, já foi local de trabalho das mulheres do sexo, drogadição e de pessoas em situação de vulnerabilidade. Que muitas mulheres sofreram violência no local. Por isso foi escolhida para o ato de hoje, que também marca o dia de Luta contra o Feminicídio, 22 de julho. A Secretaria de Políticas Públicas para Mulheres fará outras atividades em praças e espaços públicos da cidade.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM GERAL
Franquia:
Maringá PR
Franqueado:
SPOT COMUNICACAO DIGITAL LTDA
37.794.547/0001-16
Editor responsável:
Victor Faria / Kris Schornobay / Amaro de Oliveira
contato@mga.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.