Polícia

Pastor é morto a tiros após se negar a pagar R$ 10 por conserto de energia; outra pessoa morreu e quatro ficaram feridas

O suspeito de atirar contra o grupo também foi baleado, com um tiro no abdômen.

RBJ Comunicação e G1 Paraná/Campos Gerais - Anderson Corujão - HojeMais Maringá
22/01/22 às 14h57

Dois homicídios foram registrados entre a noite desta sexta-feira (21) e a madrugada deste sábado (22), no bairro São Francisco, em Palmas, região Sul do Paraná. Outras quatro pessoas também foram alvejadas por disparos de arma de fogo e estão hospitalizadas. Uma das vítimas é pastor de uma igreja, e foi assassinado em uma confusão após o homem se negar a pagar R$ 10 por um conserto de energia elétrica, segundo a Polícia Militar (PM).

A equipe policial militar recebeu informações, por volta das 20h30, de que no local haveriam pessoas alvejadas por disparos de arma de fogo. No endereço, foram informados de que os envolvidos haviam dado entrada no Hospital Santa Pelizzari.

De acordo com a equipe da unidade hospitalar, um dos envolvidos, Vagner Pereira, 25 anos, havia chegado já em óbito e outros quatro indivíduos estariam na UTI. Testemunhas relataram que houve uma desavença, por conta de um serviço de manutenção em um poste de energia de uma igreja local. De acordo com a PM, os prédios da região possuem ligação irregular de energia, chamados "gatos". O sistema parou de funcionar na igreja onde também fica anexada a casa do pastor, na noite de sexta.

Testemunhas disseram à polícia que o pastor procurou um morador para que fizesse o conserto da fiação e que o homem pediu o valor de R$ 10 pelo serviço, sendo que o pastor disse que não pagaria. Após a negativa, começou uma confusão entre os envolvidos e outras pessoas, que interviram. O homem que quis cobrar o valor do pastor saiu e voltou, em seguida, com dois irmãos. Eles atiraram, segundo a PM, contra as pessoas que estavam em frente à igreja. O suspeito de atirar contra o grupo também foi baleado, com um tiro no abdômen. Ele foi socorrido e recebeu voz de prisão no hospital.

Já na madrugada deste sábado (22), a Polícia foi acionada novamente, com informações de que indivíduos encapuzados foram até a igreja, onde atearam fogo e alvejaram com vários disparos de arma de fogo, João Carlos Batista (pastor). A equipe do Samu foi acionada, mas constatou que a vítima já estava em óbito

(Foto: PMPR)
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Maringá PR
Franqueado:
SPOT COMUNICACAO DIGITAL LTDA
37.794.547/0001-16
Editor responsável:
Victor Faria / Amaro de Oliveira / Anderson Lopes
contato@mga.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.