AO VIVO
Polícia

Polícia Civil analisa imagens de sistema de monitoramento para esclarecer crime ocorrido na Paranaguá

Diogo Pablo Bezerra da Silva, de 19 anos, foi executado na madrugada do último domingo (26), com vários tiros

Anderson Corujão - HojeMais Maringá
29/06/22 às 19h13

O sistema de monitoramento de uma empresa da zona 7, filmou o momento exato que o jovem Diogo Pablo Bezerra da Silva, de 19 anos, era executado na madrugada do último domingo (26), em Maringá. As imagens mostram o atirador escondido atrás de uma árvore.

Segundos depois, ele surpreende a vítima que estava na companhia da namorada e amigos. No vídeo é possível ver que a moça tenta proteger o namorado dos tiros, porém o criminoso persegue o rapaz e efetua vários disparos. A maioria deles pelas costas.

A correria foi intensa. Pessoas fugindo em busca de abrigo. Por muito pouco que outros jovens não foram atingidos pelos tiros. A polícia de Maringá está a procura do suspeito. A DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa), não descarta nenhuma linha de investigação, porém, existe a possibilidade do crime ter sido motivado por questões passionais.

RELEMBRE O CASO

A Polícia Civil de Maringá, através da DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa), está investigando uma execução registrada na madrugada deste domingo, 26 de junho, na Rua Paranaguá, no bairro zona 7.
Diogo Pablo Bezerra da Silva, de 19 anos, estava em uma tabacaria na companhia da namorada e colegas. Por volta das 03h00, ele saiu do interior do estabelecimento e foi surpreendido por um indivíduo armado, que também estava na tabacaria.

O assassino efetuou diversos disparos contra o rapaz, que correu por alguns metros, mas foi alcançado e executado na frente da namorada. Testemunhas relataram que antes de fugir, o criminoso efetuou disparos para o alto.

Socorristas do Siate e o Suporte Médico Avançado do Samu, estiveram no local, mas o jovem que a princípio morava em Sarandi, teve morte instantânea. Ele foi atingido por 6 tiros. A PM isolou o local até a chegada do perito do Instituto de Criminalistica e IML.

Um investigador da DHPP, compareceu na cena da execução. No local foram encontradas diversas cápsulas deflagradas. Familiares comentaram, que recentemente a vítima havia sofrido algumas ameaças de morte. A PCPR não descarta nenhuma linha de investigação, inclusive a do crime estar relacionado a questões passionais.

Imagens de câmeras de segurança  instaladas em estabelecimentos comerciais, possívelmente irão auxiliar os agentes da DHPP, na identificação do suspeito. Familiares da vítima estão revoltados. Eles clamam por justiça.

.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Maringá PR
Franqueado:
SPOT COMUNICACAO DIGITAL LTDA
37.794.547/0001-16
Editor responsável:
Victor Faria
contato@mga.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.