Gestare Vita

Hormônios femininos e a infertilidade

Saiba mais sobre os reflexos das variações hormonais na fertilidade da mulher

Bianca Renó
06/08/18 às 10h32

Entre as características biológicas que mais influenciam nas diferenças entre homens e mulheres, estão os hormônios sexuais. Eles aparecem em quantidades e formas diferentes, trazendo também influências diversas para os dois sexos. Enquanto para eles, as alterações hormonais são menos evidentes, para elas as variações têm consequências bastante evidentes que, além de regularem toda a fase reprodutiva da mulher, podem impactar no humor de formas diferentes para cada pessoa.

Segundo o ginecologista e obstetra Enéias Cano (CRM 4695, RQE 3216), essas alterações de humor são comuns no período pré-menstrual (a conhecida TPM), mas podem ter outras causas, que influenciam diretamente na capacidade reprodutiva feminina. “Mulheres que desejam engravidar precisam estar atentas, pois os sintomasde disfunções hormonais são confundidos com os da TPM ou podem ser atribuídos a outras doenças que nada têm a ver com o ciclo reprodutivo. Por isso, quando uma mulher quer engravidar, mas não consegue, é importante visitar seu especialista e realizar os exames específicos solicitados”, diz ele.

Entre as disfunções hormonais mais comuns que interferem na fertilidade, aquelas que causam alteração da ovulação são as mais comuns. “Estresse, exercícios físicos exagerados ou sedentarismo e obesidade podem estar diretamente ligados a uma fase do ciclo menstrual, levando a alterações na ovulação, o que dificulta a gravidez e pode causar infertilidade feminina”, comenta dr. Enéias.

Veja mais sobre as causas hormonais que podem prejudicar a fertilidade:

Síndrome dos ovários policísticos

Uma síndrome bastante conhecida entre as mulheres, que pode causar sintomas desde os primeiros anos de menstruação, apresentando-se com ciclos irregulares, anovulação e até amenorreia (ausência de fluxo menstrual). Os ovários destas mulheres contêm múltiplos polimicrocistos, que podem ser vistos no exame de ultrassom. Devido à disfunção hormonal,  pode ter como clínica o hiperandrogenismo (acne e excesso de pelos). Pacientes que têm resistência à insulina e estão acima do peso podem, apenas com o emagrecimento, já terem sua fertilidade reestabelecida.

Mudanças nos níveis de prolactina

A prolactina é um hormônio relacionado à produção de leite durante a amamentação. O aumento da produção deste hormônio provoca alteração no ciclo menstrual, secreção de leite pelas mamas e impacta também na libido. Esse aumento pode ser desencadeado por doenças na glândula hipófise, responsável por este hormônio; altos níveis de estresse, efeitos de medicamentos ou insuficiência hepática. O tratamento feito com medicações geralmente tem bons resultados.

Doenças na tireoide

Outra doença que é comum entre as pessoas é causada pela alteração nos hormônios produzidos pela glândula tireoide, e também pode ocasionar alterações no ciclo menstrual. Por isso, exames de sangue sempre incluem as dosagens destes hormônios. Os sintomas que podem ser percebidos em pacientes com alteração destes hormônios são: alterações de humor, fadiga, sonolência, queda de cabelo, entre outros.

Todas estas alterações hormonais têm impacto na qualidade de vida da mulher, portanto, é muito importante contar suas percepções sobre seu corpo e comportamento com seu médico, nas consultas de rotina, para que ele possa investigar os sintomas de maneira correta e indicar os melhores tratamentos para você.

Saiba mais sobre isso no site da Gestare Vita: www.gestarevita.com.br

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 COMENTÁRIOS

DR. ENEIAS CANO 

(CRM 4695, RQE 3216)

Graduado em medicina pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - UFMS. Residência médica em ginecologia e obstetrícia (AAMI-Campo Grande-MS). Pós-graduação em videolaparoscopia ginecológica pelo Instituto Fernandes Figueira-Rio. Pós-graduação em infertilidade pelo instituto Gera - São Paulo. 

 MAIS DE GESTARE VITA
VEJA TODAS DE GESTARE VITA
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2019 - Grupo Agitta de Comunicação.