AO VIVO
Web TV+ Três Lagoas

Boletim de Ocorrência relembra caso Gabrielly, menina morta pela mãe

Emileide Magalhães foi condenada a 39 anos, 8 meses, e 4 dias de prisão em regime fechado pelo crime

WebTV
13/01/22 às 16h40
Foto: Programa Boletim de Ocorrência/Hojemais Três Lagoas

O programa Boletim de Ocorrência desta quinta-feira (13) relembrou o caso Gabrielly Magalhães, de 10 anos, que foi morta de forma macabra pela própria mãe em Brasilândia.

O programa apresentado pelo repórter policial Albecyr Pedro vai ao ar, de segunda a sexta-feira pelo Facebook e Youtube do Hojemais Três Lagoas.

MÃE CONDENADA PELO CRIME BRUTAL

Emileide Magalhães, foi condenada nesta quarta-feira (12) pelo Tribunal do Júri, a 39 anos, 8 meses, e 4 dias de prisão em regime fechado, pelo assassinato.

O crime bárbaro aconteceu em março de 2020 em Brasilândia. O Juiz de direito Rodrigo Pedrini Marcos fez a leitura da sentença após 7 horas de júri.

Emileide confessou que passou um fio no pescoço da filha e em seguida enterrado a filha ainda viva de cabeça para baixo, em um buraco, próximo a uma plantação de eucalipto a cerca de 6 quilômetros da área urbana de Brasilândia.

A mulher foi condenada por homicídio quadruplamente qualificado: motivo torpe, com requintes de crueldade, por dificultar a defesa da vítima e por ter assassinado a filha depois que ela contou que era estuprada pelo padrasto, André Piauí.

Emileide também foi condenada pelo crime de corrupção de menores, depois de forçar o outro filho menor de idade, ocultar o corpo de Gabrielly, além de falsa comunicação de crime, após procurar a Polícia Militar alegando um suposto desaparecimento da criança. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM WEB TV+ TRÊS LAGOAS
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Sérgio Scalone - MTB 8388/SP
atendimento@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.