Pimenta

Assessor acusado de ordenar “arrastão” pode ser exonerado da câmara

Comentarios correm nos bastidores da Câmara Municipal de Três Lagoas

Ana Carolina Kozara - Hojemais Três Lagoas
12/03/19 às 10h13
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assessor Caso do Óleo

O assessor parlamentar envolvido no escândalo do furto de galões de óleo e que teria ordenado um “arrastão” em Três Lagoas pode ser exonerado de seu cargo nos próximos dias por ter usado o seu cargo e recursos da câmara municipal dos Vereadores.

Caso Marisa

O pedido de Habeas Corpus impetrado pela defesa da vereadora afastada Marisa Rocha (PSB) foi negado pelo tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. A defesa de Marisa não se pronunciou sobre a decisão que corre em segredo de justiça.

Despachando do presidio

O Assessor jurídico Luiz Henrique Gusmão recebeu ontem (11) a declaração da diretora do presidio feminino de Três Lagoas confirmando a sua versão de que na sexta-feira (8) quando esteve na penitenciaria não levava nenhum documento para que Marisa Rocha despachasse.

Briga de gente grande

A empresa responsável pela coleta de lixo em Três Lagoas há 13 anos pode perder a sua “boquinha” milionária se não oferecer o menor valor para continuar prestando o serviço no município. A briga de “peixe grande” já derrubou por duas vezes os processos de licitação lançados pela prefeitura.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 COMENTÁRIOS
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM PIMENTA
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2019 - Grupo Agitta de Comunicação.