Pimenta

Assessor acusado de ordenar “arrastão” pode ser exonerado da câmara

Comentarios correm nos bastidores da Câmara Municipal de Três Lagoas

Ana Carolina Kozara - Hojemais Três Lagoas
12/03/19 às 10h13
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Assessor Caso do Óleo

O assessor parlamentar envolvido no escândalo do furto de galões de óleo e que teria ordenado um “arrastão” em Três Lagoas pode ser exonerado de seu cargo nos próximos dias por ter usado o seu cargo e recursos da câmara municipal dos Vereadores.

Caso Marisa

O pedido de Habeas Corpus impetrado pela defesa da vereadora afastada Marisa Rocha (PSB) foi negado pelo tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. A defesa de Marisa não se pronunciou sobre a decisão que corre em segredo de justiça.

Despachando do presidio

O Assessor jurídico Luiz Henrique Gusmão recebeu ontem (11) a declaração da diretora do presidio feminino de Três Lagoas confirmando a sua versão de que na sexta-feira (8) quando esteve na penitenciaria não levava nenhum documento para que Marisa Rocha despachasse.

Briga de gente grande

A empresa responsável pela coleta de lixo em Três Lagoas há 13 anos pode perder a sua “boquinha” milionária se não oferecer o menor valor para continuar prestando o serviço no município. A briga de “peixe grande” já derrubou por duas vezes os processos de licitação lançados pela prefeitura.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM PIMENTA
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2019 - Grupo Agitta de Comunicação.