Cotidiano

Com demissão de diretor do Enem Digital Inep reforça que estudantes não serão prejudicados

Inscrições para candidatos com direito à isenção terminam nesse domingo (26)

Agência Educa Mais Brasil
23/09/21 às 14h20

Faltando cerca de dois meses para a realização do Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ), o diretor de tecnologia do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pelo Enem digital, Daniel Miranda, pediu demissão ontem (22) alegando problemas pessoais.

Miranda estava à frente do Enem Digital desde 9 de abril deste ano, para substituir Camilo Mussi, que estava na instituição desde 2016. Com a repercussão da demissão, o Inep se manifestou dizendo que “mesmo com a proximidade do Enem, a saída do diretor não compromete o desenvolvimento das ações do Instituto e que possui equipe capacitada e especializada para dar continuidade ao desenvolvimento das ações da área".

As provas digitais e impressas do Enem para quem efetuou a inscrição em junho e julho serão aplicadas nos dias 21 e 28 de novembro. Contudo, os estudantes com direito à isenção da taxa de inscrição e que faltaram à edição passada têm até o próximo domingo (26) para concluir a inscrição com isenção do valor de R$85, e as provas para esse público serão aplicadas em 09 e 16 de janeiro de 2022. 

 

Reabertura das inscrições 

O prazo para pedido de isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 para estudantes de baixa renda foi reaberto no dia 14 de setembro, a pedido do Supremo Tribunal Federal (STF). A medida contempla estudantes que faltaram à edição passada e vai dispensar justificativa de ausência no exame de 2020. 

A decisão foi julgada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e anunciada na noite do dia 03 de setembro. Em nota, o Inep afirmou que “reforça que seu objetivo principal, neste momento, é minimizar os impactos aos participantes quanto aos calendários do Sistema de Seleção Unificada ( Sisu ), do Programa Universidade para Todos ( ProUni ) e do Fundo de Financiamento Estudantil ( Fies ), políticas públicas educacionais que dependem dos resultados do Enem”.

Conforme a decisão do STF, o prazo para pedido de isenção da taxa deverá ser reaberto para estudantes que comprovarem ter direito à gratuidade, como pessoas que cursaram todo o ensino médio em escola pública ou que foram bolsistas integrais durante toda a etapa em escolas particulares e alunos que estão cursando a última série do ensino médio na rede pública, no ano de 2021.

A medida também vale para quem está em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda, desde que comprove inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Essa edição do Enem registrou o menor número de inscritos desde 2005, segundo o Inep. Ao todo, 3.109.762 candidatos se inscreveram na primeira fase das inscrições e mais de 1,4 milhão de gratuidades foram concedidas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Andradina SP
Franqueado:
FLAVIA REGINA DE AVELAR GOMES 25180990858
14.225.543/0001-11
Editor responsável:
Flavia Gomes Mtb 8.016/MG
Email: ointeriorfala@gmail.com
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.