Polícia

Acusado de estuprar e engravidar enteada é condenado a 58 anos de prisão

Encaminhado ao plantão policial, tomou ciência do MP, sendo recolhido à cadeia de Pereira Barreto, aguardando vaga em uma penitenciária estadual.

ANDRADINA
25/01/22 às 15h50

A Polícia Militar capturou no último dia 13, o ajudante geral A. A., de 45 anos, residente na rua Inglaterra, no Jardim Europa, por força de um mandado de prisão expedido pela 3ª Vara Criminal da Comarca de Andradina, por condenação a 58 anos de reclusão em regime inicial fechado, acusado de estupro de vulnerável.

Encaminhado ao plantão policial, tomou ciência do MP, sendo recolhido à cadeia de Pereira Barreto, aguardando vaga em uma penitenciária estadual. 

A captura do procurado aconteceu por volta das 19h40, quando os policiais militares 1° Sgt PM Aguilera, Cb PM Alécio e Sd PM Guaranha, durante patrulhamento de Força Tática pelo município de Andradina, obtiveram informação sobre a existência de um mandado de prisão em desfavor dele. 

Como era de conhecimento da equipe que o endereço atual do procurado era diverso do existente no documento, deslocaram ao local dos fatos, na rua Inglaterra, sendo o procurado abordado e submetido à busca pessoal, não sendo nada de ilícito encontrado em sua posse.

O mesmo foi cientificado da existência do referido documento, sendo conduzido e apresentado ao delegado plantonista que, após tomar ciência do ocorrido, determinou elaboração de boletim de ocorrência, recolhendo-o a carceragem, permanecendo à disposição da justiça.

ESTUPRO DE VULNERÁVEL

Segundo informações, a investigação iniciou-se em 2018 quando a DDM – Delegacia de Defesa da Mulher foi acionada após receberem denuncia da prática sexual do acusado (estupro por vários anos), de sua enteada e a prima dela. Ele tem uma filha biológica com a enteada, que começou a sofrer as investidas sexuais dele quando ela ainda tinha apenas 6 anos. 

Já a prima veio para a casa do acusado quando a companheira dele e mãe de sua enteada estava em uma situação difícil. Pouco tempo depois ele também investiu contra essa outra menor.

Ele também já foi condenado por crime de estupro de vulnerável quando agarrou uma criança de 10 anos quando moravam em um sítio. A condenação foi em forma de pena financeira, quando comprou colchões para uma repartição de segurança penitenciária. 

O crime de estupro da enteada e da prima dela aconteceram depois desse episódio e levaram vários meses de investigações da equipe da DDM – Delegacia de Defesa da Mulher. (MIL NOTICIAS/Agência).

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Andradina SP
Franqueado:
FLAVIA REGINA DE AVELAR GOMES 25180990858
14.225.543/0001-11
Editor responsável:
Flavia Gomes Mtb 8.016/MG
Email: ointeriorfala@gmail.com
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.