Polícia

Sem querer, criança denuncia traficantes em MS: 'Tão procurando isso, tio?'

Segundo a corporação, os policiais revistavam dois homens em um veículo quando a criança lhes entregou uma pedra de pasta de base de cocaína embalada em plástico filme.

UOL
22/06/22 às 16h08
Droga foi apreendida durante abordagem de policiais Imagem: Reprodução/Instagram @11cipmpmms

Uma criança de quatro anos revelou, sem querer, um esquema de tráfico de drogas na tarde de ontem, durante uma abordagem policial em Campo Grande.

Segundo a corporação, os policiais revistavam dois homens em um veículo quando a criança lhes entregou uma pedra de pasta de base de cocaína embalada em plástico filme.

Os homens — pai e tio dela — foram abordados em um carro saindo de uma residência. A criança estava no banco de trás, com a droga escondida na roupa. A Polícia informou que já havia recebido denúncias anônimas de que o local em que eles estavam era um ponto de distribuição de entorpecentes.

Ao realizar a abordagem, a criança acabou entregando voluntariamente a droga para os policiais, sem saber que estava dando provas do crime. Segundo boletim de ocorrência, ela teria questionado os policiais: "Vocês tão procurando isso, tio?". Os agentes ainda encontraram com os adultos um recipiente contendo um papelote de substância análoga à cocaína, também envolvida em plástico transparente.

Após o episódio, um dos homens confessou ter escondido a droga na roupa da criança e admitiu realizar tráfico de drogas abastecendo as bocas de fumo da região.

O pai e o tio da criança foram presos e conduzidos à Delegacia de Polícia. Ela foi entregue aos cuidados da mãe. A identidade dos envolvidos não foi revelada e, por esta razão, o UOL não localizou a defesa deles.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Andradina SP
Franqueado:
FLAVIA REGINA DE AVELAR GOMES 25180990858
14.225.543/0001-11
Editor responsável:
Flavia Gomes Mtb 8.016/MG
Email: ointeriorfala@gmail.com
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.