Unisalesiano

Professor do Unisalesiano colabora com equipe canadense vencedora de competição

Professor Edval colabora com a equipe como assessor de criação do simulador de gravidade

Unisalesiano*
06/01/21 às 14h23
Projeto vencedor consiste em um banco de dados que compila achados da literatura sobre alterações de expressão gênica induzidas por microgravidade em leveduras, bactérias e plantas (Artes: Divulgação)

A equipe de alunos da Universidade Concordia, de Montreal (Canadá), foi a vencedora do melhor projeto de software da iGEM (Competição Internacional de Máquinas Geneticamente Modificadas). O time campeão tem como colaborador o docente dos cursos de engenharias do Unisalesiano, professor Edval Rodrigues Viveiros.

O projeto vencedor é intitulado “AstroBio 2020 e AstroYeast 2021”, que consiste em um banco de dados que compila achados da literatura sobre alterações de expressão gênica induzidas por microgravidade em leveduras, bactérias e plantas; e uma plataforma para facilitar a pesquisa experimental e aplicações de biofabricação no espaço, respectivamente.

O professor Edval colabora com a equipe como assessor de criação do simulador de gravidade ao longo de dois anos: 2020 e 2021, dentro do quadro de Colaborações InterLab, com a participação de mais três pesquisadores: Dr. Richard Barker, da GeneLab da Nasa; Dr. Corey Nislow, da Genetic Networks LLC, da NASA; e Dr. Brandiff Caron, docente do Centro de Engenharia na Sociedade da Universidade de Columbia.

Na página da competição, a equipe da Universidade Concordia explicou que o professor Edval, de forma generosa, compartilhou seus projetos anteriores na área de microgravidade e discutiu importantes considerações de engenharia, compartilhando ainda dicas e lições aprendidas com seus primeiros projetos.

Experiência

“Ter essa experiência é algo realmente incrível, que nos faz crescer porque temos a oportunidade de aprender muito, de perceber o quanto temos e precisamos evoluir em diversos aspectos. Mas também traz a possibilidade de mostrar aquilo que estamos desenvolvendo aqui, com nossas condições e características, o que também pode ser interessante para os demais pesquisadores, acadêmicos, docentes, instituições e empresas”, comemorou Edval.

O coordenador dos cursos de engenharia elétrica, engenharia mecânica e engenharia mecatrônica do Unisalesiano, professor Nelson Hitoshi Takiy, lembrou que os trabalhos do Prof. Edval sobre microgravidade, desenvolvidos em parceria com a PUC-RS (Pontifícia Universidade Católica) do Rio Grande do Sul, foram visualizados por integrantes da equipe de Concordia, pelo Youtube.

“É fantástico o fato de estarmos sendo vistos, internacionalmente, por meio da premiação do trabalho da equipe do Canadá”, citou Takiy.

O Reitor do UniSALESIANO, Pe. Luigi Favero, disse que este projeto de colaboração do UniSALESIANO com uma Universidade do Canadá revela que o UniSALESIANO está crescendo em credibilidade e qualidade também em pesquisa. “Fico contente e vamos continuar neste trilho porque este é um dos segredos para a qualificação cada vez maior da nossa Universidade e também dos nossos professores e acadêmicos”, afirmou Pe. Luigi.

iGEM

A iGEM é uma competição mundial que oferece aos universitários a oportunidade de expandir os limites da biologia sintética, abordando questões cotidianas que o mundo enfrenta. A competição, que aconteceu em novembro deste ano, é promovida pela iGEM (International Genetically Engineered Machine) Foundation, de Massachusetts (EUA).

 

 MAIS DE UNISALESIANO
VEJA TODAS DE UNISALESIANO
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.