Cotidiano

Referência para 40 municípios, Santa Casa de Araçatuba não tem leitos de pediatria covid credenciados

Hospital solicitou ao Estado a transferência de 3 pacientes que estão internados com suspeita de coronavírus

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
08/05/21 às 16h41
Santa Casa pediu o credenciamento de 5 leitos de pediatria covid e não foi atendida (Foto: Divulgação)

Apesar de desde o início da pandemia a Santa Casa já ter atendido 168 crianças com sintomas de covid-19, o hospital, que é referência para 40 municípios do DRS-2 (Departamento Regional de Saúde) não tem leitos de pediatria covid credenciados para esse tipo de atendimento. Ou seja, a Santa Casa não recebe por esses atendimentos.

Após ter o pedido de credenciamento negado, segundo a assessoria de imprensa, a direção do hospital decidiu solicitar à Cross (Central de Regulação e Oferta de Serviços de Saúde) da Secretaria de Saúde do Estado, vagas para transferência de três pacientes que estão internados na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) Neonatal e Pediátrica com suspeita de covid-19.

Em nota divulgada à imprensa, o hospital informa que solicitou o credenciamento e habilitação de cinco leitos intensivos pediátricos, em caráter emergencial, mas o pedido foi negado pela Vigilância Sanitária do DRS-2.

Segundo a Santa Casa, o responsável pela vistoria na estrutura da pediatria do hospital, o médico Henrique Cesar Pereira, cita no parecer técnico que a ala não dispõe de espaço físico apropriado e seguro e alega que falta recursos humanos para o credenciamento de leitos pediátricos tipo 2 no hospital, mesmo que em caráter temporário.

Capacidade

Segundo a direção do hospital, desde o início da pandemia, dos 168 pacientes pediátricos com sintomas de covid-19 que foram atendidos, 149 ficaram internados na UTI Neonatal e Pediátrica.

Nesse período foram constatados apenas quatro óbitos e os demais pacientes receberam tratamento adequado e voltaram para casa curado, o que comprovaria que a estrutura está sim adequada para o credenciamento.

A ala da pediatria destinada às crianças com suspeita de covid-19 fica em área anexa a UTI Neonatal e Pediátrica e tem registrado ocupação média de 80%. 

Estrutura

De acordo com o médico intensivista e neonatologista Anderson Azevedo Dutra, o setor é sim adequado para esse tipo de atendimento, permitindo observação intensiva e eventual piora clínica.

A ala possui equipe médica e de enfermagem especializada em tratamento intensivo pediátrico e equipamentos para monitorização, hemodinâmica respiratória e ventilação mecânica com os respiradores que foram doados ao hospital.

São quatro respiradores doados pelo Ministério da Saúde, solicitados ao deputado estadual Reinaldo Alguz (PV) e deputado federal Enrico Misasi (PV-SP).

Surpresa

O diretor técnico da Santa Casa, Giulio Stanco Coscina Neto, informa em nota que ficou surpreso com a conduta da Vigilância Sanitária ao negar pedido para credenciamento dos leitos.

Ele comenta que o momento é de comoção mundial e devido à escassez de leitos de UTIs e que todos os hospitais do País e do mundo estão adaptando leitos para atender os pacientes, que muitas vezes acabam morrendo devido à letalidade do vírus aguardando por vagas.

A direção do hospital afirma ainda, que no parecer, a Vigilância Sanitária simplesmente indefere o pedido de credenciamento, sem sugerir que o hospital faça qualquer tipo de adequação.

Imagem: Reprodução

Estado afirma que Vigilância Sanitária está à disposição da Santa Casa para orientações

A Secretaria de Estado da Saúde foi questionada pelo Hojemais Araçatuba e informou que toda expansão de serviço hospitalar requer parecer da Vigilância Sanitária, para garantir a segurança dos pacientes e atendimento às normas previstas no SUS (Sistema Único de Saúde).

Segundo a pasta, a equipe da vigilância que esteve na Santa Casa de Araçatuba orientou sobre a necessidade de espaço físico apropriado, seguro e de Recursos Humanos para credenciamento de leitos pediátricos. "A Vigilância está inclusive à disposição da Santa Casa para mais orientações", informa em nota. 

A Pasta acrescenta que segue atuando com a premissa de salvar vidas no decorrer da pandemia, tendo auxiliado a própria Santa Casa de Araçatuba na ativação de mais 10 leitos de UTI. O hospital conta com 35 leitos de UTI Covid adulto e 62 leitos de enfermaria credenciados, segundo a secretaria.

Região

Ainda de acordo com a Pasta, com as recentes ampliações, a região de Araçatuba conta atualmente com mais de 430 leitos exclusivos para pacientes com a doença, dos quais, 115 leitos são de UTI. 

Foram ativados 18 leitos no hospital de campanha montado no AME (Ambulatório Médico de Especialidades) de Andradina, sendo 10 leitos de enfermaria e 8 leitos UTI Covid. 

Também em março o Hospital Estadual de Mirandópolis ganhou mais dez leitos de UTI e dez leitos de enfermaria e hoje opera com 44 leitos destinados a pacientes graves covid-19, incluindo 18 leitos de UTI, com 94% de ocupação.

Esforço

"A medida é fruto do esforço do Estado para garantir assistência, diante do aumento de casos e internações", cita em nota. A Secretaria de Estado da Saúde esclarece que a ativação de novos serviços não é prerrogativa exclusiva do Estado. "Nesse sentido, é recomendada consulta à própria Prefeitura sobre as medidas realizadas no município" , cita.

"O governo do Estado de São Paulo pede à toda a população que colabore para evitar que mais casos, internações e mortes aconteçam. Os protocolos sanitários devem ser respeitados, com uso de máscaras, higienização das mãos, distanciamento social e as regras do o Plano São Paulo", encerra a nota.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.