Cultura

Banda 'Os Seres & EdBarbárie' transforma poemas em músicas

Grupo formado por Ed Barba, Cris Moreira, Elvis Dean, Hélio Fogolin Junior e Luana Oliveira, foi lançado na última sexta-feira (9), pelo Limoeiro

Manu Zambon  - Hojemais Araçatuba
11/07/21 às 16h30

“Em mim há mil seres, todo dia nascem seres diferentes em mim. Eu investigo todos eles, mas eles somem sem deixar vestígios. E quando acho que estou só, eles gritam em meus ouvidos: ser incompleto, ser cheio de seres indecisos”.

O trecho compõe o poema “Os Seres”, assinado pelo artista Ed Barba, de Araçatuba (SP), e que agora sai do papel para ganhar acordes, arranjo, melodia e voz no projeto “Os Seres & EdBarbárie”, lançado na última sexta-feira (9), pelo Limoeiro. 

(Foto: Bruno Suart/Divulgação)

No vídeo, produzido exclusicamente para o Limoeiro no Youtube, o grupo apresenta oito músicas, sendo sete poemas de autoria de Ed. No estúdio, o grupo ainda se encontra em processo de gravação para lançar, no ano que vem, o primeiro álbum. 

A banda é composta por Cris Moreira (bateria), Elvis Dean (baixo), Hélio Fogolin Junior (guitarra) e Luana Oliveira (vocal), além de Ed, narrador e autor da maioria dos poemas. O nome do projeto faz referência ao texto “Os Seres” e o nome de Ed. A produção musical é de Hélio Fogolin. As gravações em estúdio também receberam a participação do músico Marcelo Baptistella, tocando flauta.

Porém, essa não é a primeira vez de Ed em grupos musicais que envolvem poesia. O artista também integrou outros projetos além do teatro, como a Banda Arteiros e o duo com o músico João Gabriel. 

De acordo com o artista, a poesia foi o início das suas atividades artísticas em Araçatuba, quando tinha 15 anos, e sempre pensou em transformar os escritos em música, já que para lançar um livro teria que escrever com mais frequência. “Mas pensava muito na palavra falada, com efeitos sonoros, com música”, diz. 

Ed lembra que sempre cantarolava suas poesias e destaca a capacidade e generosidade com que os demais integrantes toparam participar desse projeto. “É um trabalho com diferencial. As referências são Arnaldo Antunes, Ademir Assunção, Cordel do Fogo Encantado, a presença de palco dessas figuras. Modéstia à parte, é um trabalho diferente dos que têm em Araçatuba e na região”. 

Início

A ideia de transformar os poemas em música ficou ainda mais forte quando estava atuando como ator pela Cia do Blefe e precisou se ausentar dos palcos após lesionar o joelho. Ed conversou sobre o projeto com Hélio, que tem um estúdio, e as músicas foram ganhando vida. 

A princípio, Ed queria gravar o CD e depois formar a banda, porém, nesse processo, conheceu a Luana, formada em técnico de teatro. Como ela gostava de cantar, Ed apresentou os textos e a proposta, e a atriz, agora vocalista, topou participar. Na época, Cris Moreira também se uniu ao grupo para gravar. 

Inspiração 

Além de ter como inspiração Ademir, Arnaldo e Lirinha (Cordel do Fogo Encantado), Ed comenta que se identifica com os escritos de Carlos Drummond e Augusto dos Anjos. Segundo Ed, suas poesias autorais nascem das alegrias e dores do dia a dia, das frustrações e das conquistas, também encontrando espaço em linguagens surreais. 

Desafio 

Embora o artista cante em alguns trechos, Ed não se considera cantor e encara o ato como um desafio. “Eu não sou cantor, mas dentro desse trabalho, cabe. Pela proposta do projeto, me arrisco cantando junto com a Luana. Jamais faria voz e violão, por exemplo. Mas pela proposta ter essa coisa mais visceral, espontânea, eu canto”. 

“O tempo da música foi um desafio pra mim. Não que o teatro não tenha. Na música, tem que entrar dentro do tempo exato”, completa. 

Programação do Limoeiro vai até dia 12

(Foto: Divulgação)

A edição 2k21 do projeto cultural Limoeiro, que estreou no dia 4 de julho, segue com programação exclusiva no Youtube até dia 13 de julho. 

Neste domingo, às 16h, foi ao ar o documentário "Quando a batida do céu toca Araçatuba", com o grupo Maracatu Baque D´Orum. Às 20h, tem lançamento de "Uma palavra e serei salvo", com o poeta Eder Parladore. 

Nesta segunda-feira (12), tem aula de introdução aos intervalos musicais, com Mário Carteado, às 16h, e entrevista sobre educação popular e cultura de resistência com Antonio Folquito, às 20h. 

Na terça-feira (13), o encerramento é às 20h, com o vídeo "Natureza, artes marciais e tradições japonesas", com Hiroshi Koroda e Makoto.  

Toda programação é disponibilizada gratuitamente, na plataforma no Youtube da Aruê! Arte, Cultura e Holismo, de Araçatuba. 

Segunda temporada

O Limoeiro traz, nessa segunda edição, atividades com conteúdos que abrangem diferentes segmentos culturais.

O projeto é realizado com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, por meio do ProAC (Programa de Ação Cultural), da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo. 

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM CULTURA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.