Cultura

Reynaldo Gianecchini participa de leitura dramática com textos de escritor de Birigui

Textos são assinados pelo escritor e músico Gabriel Soares, produzidos no ano passado

Manu Zambon - Hojemais Araçatuba
15/09/21 às 21h50
(Foto: Reprodução de vídeo)

Com o título “Foge para a tua solidão”, o ator Reynaldo Gianecchini, natural de Birigui (SP), participa de leitura dramática com textos do escritor Gabriel Soares, também biriguiense.

O projeto integra a programação do Circuito de Artes do Sesc de Birigui de 2021, que teve início na semana passada, em formato digital. O vídeo com o ator fica disponível até domingo (19), no Youtube da entidade e pode ser acessado gratuitamente. 

Na leitura dramática, Gianecchini interpreta textos do escritor e músico Gabriel Soares, criados para o projeto Habitar Palavras, que traz um panorama das produções atuais dos escritores da região. 

De acordo com Soares, à convite da entidade, escreveu três textos inéditos no ano passado, sobre o isolamento, partindo da pergunta: "Que sentimentos tem habitado em ti nesses tempos de isolamento social?". Os três textos, que estrearam o projeto Habitar Palavras, integram agora a leitura dramática com Gianecchinhi. 

Autobiografia

Ao Hojemais Araçatuba , Soares comentou sobre esses trabalhos. “Eu escrevo sempre na primeira pessoa, minha produção literária até então sempre foi autobiográfica. Então quando me debrucei diante da questão proposta (que sentimentos habitam em ti nesses tempos de isolamento social) eu quis reproduzir esse meu estilo próprio”, explica. 

O escritor conta que o primeiro texto da leitura é uma reflexão sobre ser obrigado a voltar para "casa", ou seja, para a cidade pequena onde nasceu, e enfrentar não somente a solidão que aquele momento de isolamento social exigia, mas também as contradições de uma cidade que sempre teve uma relação quase que de amor e ódio. 

“O tom do primeiro texto – “Foge para a tua Solidão” - é totalmente provocativo. Quando entreguei os originais, tive certeza de que não iriam publicar porque é um texto bastante duro. Minha intenção foi brincar com a forma insolente com que, por exemplo, Thomas Bernhard falava da Áustria, ou Horacio Castellanos Moya de El Salvador, o que, nesse caso, acabou lhe obrigando ao exílio depois da publicação de um livro que criticava duramente o próprio país. Mas para a minha surpresa, não só publicaram meu texto na íntegra, como agora o escolheram para abrir essa série de leituras dramáticas (...)”.

“Isso prova que a literatura é o lugar certo onde podemos correr certos riscos, distender limites, provocar e refletir sobre temas profundos que escapam da fluidez do que é banal, cotidiano, frívolo”, complementa. 

Gabriel Soares é autor dos livros “As Madeleines das Freiras”, de 2015, e “Cidade Pequena”, de 2018. Agora, morando em Buenos Aires, trabalha na revisão do manuscrito do seu novo livro, ainda sem título. 

Segundo ele, é um material que escreveu durante os últimos três anos e, para ele, é uma guinada ainda mais forte em como lida com a questão da autobiografia. A previsão é de que a obra seja lançada em 2022. 

Além da sua atuação na literatura, Soares também é compositor, vocalista e guitarrista na banda Atalhos. 

Serviço

Leitura dramática "Foge para a tua solidão!" 

Circuito Sesc de Artes 2021 
 
Com Reynaldo Gianecchini e textos de Gabriel Soares

De 8 a 19 de setembro

Transmissão: Youtube 

Grátis  

 

 

 

 

 

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
  14/10/21 às 21h40
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM CULTURA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.