Polícia

Barbeiro é morto a tiros em bairro de Penápolis

Autor seria um pedreiro com o qual ele havia se desentendido dias antes; a polícia esteve na casa dele, que não foi localizado

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
13/10/21 às 10h36
Vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos (Foto: Divulgação)

O barbeiro Rafael Lenon de Oliveira Belduscho, 29 anos, foi morto a tiros na tarde de terça-feira (12) em Penápolis (SP). Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. A polícia tem suspeita do autor do crime, mas ele não havia sido encontrado.

A Polícia Civil foi comunicada do homicídio por volta das 17h30 e segundo o que foi informado, ele treria ocorrido próximo à rua Américo Avian, no residencial Antônio Ferreira.

Uma testemunha contou que a vítima seguida de bicicleta pela rua principal do bairro Pereirinha, a Alfredo Valdemarin. Quando acessou uma estradinha que leva ao bairro Sílvia Covas, o autor surgiu conduzindo uma motoneta Honda Biz.

Rafael Lenon de Oliveira Belduscho levou um tiro nas costas e morreu (Foto: Reprodução)

Tiros

Ele teria passado por Belduscho e após percorrer alguns metros, fez o retorno e sacou uma arma de fogo da cintura. Ao ver a arma, o barbeiro teria abandonado a bicicleta e corrido a pé. O autor teria feito cinco disparos e um deles atingiu a vítima nas costas.

Após os disparos o autor fugiu com a Biz, enquanto o barbeiro se levantou e correu, até cair novamente na calçada, próximo a uma pessoa que estava sentada na frente da casa dela. Essa pessoa acionou a Polícia Militar e o resgate do Corpo de Bombeiros, que levou a vítima ao pronto-socorro, onde deu entrada já sem vida, segundo o que foi informado à polícia.

Suspeito

Durante a investigação a polícia apurou que o autor do crime seria um pedreiro de 33 anos, morador no Sílvia Covas, com o qual a vítima teria tido um desentendimento. Durante o crime ele usava máscara e estava de capacete.

Os locais onde o corpo foi encontrado e onde teriam ocorrido os disparos foram periciados e policiais estiveram na casa do suspeito, mas ele não estava na residência.

O corpo de Belduscho foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) para exame necroscópico e o caso foi registrado como homicídio. Um inquérito será instaurado.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.