Fique por Dentro

Autonomia na Infância: Confiança é a base para crianças lidarem com os conflitos do dia a dia

Conheça os passos para desenvolver a autonomia nas crianças

H+Andradina
26/05/22 às 10h53
Divulgação

Muitos pais desejam que os seus filhos tenham autonomia, sejam independentes e consigam resolver os próprios problemas, sem que precisem interferir tantas vezes.

Mas para que a criança chegue a este nível, será necessário muito trabalho e saiba de antemão: você vai falhar algumas vezes durante o processo!

Mito que deve ser quebrado: crianças independentes não existem!

Quando os pais desejam que os seus filhos consigam se responsabilizar pelas próprias ações, automaticamente se pensa em uma criança que seja independente.

Mas seres humanos no início da vida são dependentes de seus responsáveis por tudo e a educação é um processo de longo prazo, que exige amor, disposição, boa dose de sensibilidade, empatia e paciência por parte dos pais.

Autonomia e independência são habilidades diferentes . É preciso aprender que no processo educacional, será preciso fazer algo com a criança e algo pela criança .

E seja no ato de exercer a sua independência ou de tomar atitudes autônomas, a criança precisa ter constantemente o apoio dos pais e todo o suporte para as consequências de suas ações.

A independência que muitos pais desejam para os filhos, na verdade, pode desconectar a criança fazendo com que acredite que não pode contar com os seus pais e não se sinta segura no ambiente familiar.

Na construção da autoestima da criança, que a ajudará a lidar com as suas próprias questões no dia a dia, seja em casa, no ambiente escolar, entre amigos, etc., antes de tudo, será necessário construir uma base de confiança, em que ela entenda que pode contar com os seus pais, seja qual for a situação.

É necessário que os pais consigam criar vínculos seguros em sua dinâmica familiar, e assim, a criança conseguirá ter iniciativa e coragem para resolver sozinha os problemas que forem surgindo, desenvolvendo a noção de autonomia.

O que muitos especialistas apontam é que a responsabilidade é desenvolvida quando se trabalha a boa autoestima.

Crianças com autonomia e independência adquirem a capacidade de se sentirem seguras consigo mesmas, para tomar decisões, lidarem com as consequências de seus atos e autoestima saudável.

Qual o caminho para desenvolver a autonomia no seu filho?

A loja infantil Datitia , portal especialista em assuntos relacionados à maternidade e bem-estar infantil, esclarece sobre os principais passos que ajudam os pais a desenvolverem a autonomia em seus filhos.

A criança já tem tendência natural à autonomia

Desde bebê, estimule a criança a ter ao seu alcance os elementos com os quais ela mais interage (livros, brinquedos, pratinho e talheres, etc.).

Muitas vezes, por conta da correria do dia a dia, os pais não permitem que os seus filhos façam atividades sozinhos porque geralmente as fazem mais devagar, mas é importante ajudar a criança a fazer coisas sozinha como em uma atividade rotineira ao deixá-la organizar as frutas, empilhar vasilhas, etc.

Estabeleça rotinas

Você ensina a seu filho a importância de lavar as mãos, de escovar os dentes e de vestir o pijama antes de dormir, certo?

É fundamental que a criança tenha rotinas, por exemplo, que aprenda a organizar a sua própria mochila, a vestir a própria roupa, a guardar o casaco para caso faça frio, etc.

Não superproteja seu filho!

Muitos pais têm a sensação de que estão fazendo um favor a seus filhos, mas na verdade, estão privando a criança de importantes aprendizados que o mundo lá fora exigirá deles. Deixe seu filho fazer e permita que ele erre.

Estimule a responsabilidade

Proponha ao seu filho atividades que demandem dele responsabilidade, como, por exemplo, ser responsável por manter o seu quarto sempre organizado.

Além disso, o coloque em atividades que também estimulem a responsabilidade por meio do cumprimento de horários, de regras, etc. Esportes são uma excelente opção para desenvolver autonomia e senso de responsabilidade nas crianças.

Desenvolvimento da inteligência emocional

A criança, ao longo do aprendizado, irá se deparar com situações que a desagradam, passará por frustrações e são estes pequenos problemas que a ajudarão no desenvolvimento de sua inteligência emocional.

Mas é claro que isso só será possível com o apoio dos pais, mostrando a ela que muitas vezes as coisas não sairão como deseja e que isso acontece com todas as pessoas e será preciso ter paciência e entender que as pessoas são diferentes e que esses conflitos hora ou outra irão surgir.

Dentre os principais benefícios da autonomia, estão:

  • Senso de responsabilidade;
  • Maior capacidade de enfrentar os próprios medos;
  • Consciência sobre os próprios limites;
  • Sensação de capacidade reflete em boa autoestima;
  • Melhor desempenho em atividades escolares ou em quaisquer outras que demandem convívio social.

(Por por Daiana Barasa (Jornalismo e Comunicação)).

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM FIQUE POR DENTRO
Franquia:
Andradina SP
Franqueado:
FLAVIA REGINA DE AVELAR GOMES 25180990858
14.225.543/0001-11
Editor responsável:
Flavia Gomes Mtb 8.016/MG
Email: ointeriorfala@gmail.com
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.