Política

"Câmara não será trampolim para ninguém", diz Maninho

Após o período de recesso parlamentar, a Câmara de Vereadores de Murutinga do Sul retomará suas atividades normais no próximo dia 3, segunda-feira, a partir das 20h.

Murutinga do Sul - Moisés Eustáquio
30/01/20 às 09h20

Após o período de recesso parlamentar, a Câmara de Vereadores de Murutinga do Sul retomará suas atividades normais no próximo dia 3, segunda-feira, a partir das 20h. E a reportagem do Impacto Online procurou o presidente eleito no final do ano para saber suas expectativas para 2020.

Adriano Humberto Nunes, o Maninho [PSDB], admite que comandar o legislativo é papel importante e ao mesmo tempo difícil, embora já tenha ocupado a principal cadeira do legislativo nesse mandato.

“É preciso imparcialidade, especialmente num ano eleitoral em que alguns colegas almejam se candidatar ao executivo. Isso faz parte da política, mas estamos no cargo para atuar com transparência e mostrar à comunidade que o objetivo é exercer nosso papel com seriedade e todo o respeito que o povo merece”, diz o vereador.

Prova de que Maninho visa desempenhar bem seu papel é que ano passado contribui sobremaneira para aprovação de novo Regimento Interno da Câmara, apesar do ano conturbado e difícil de se administrar.

“Votamos a atualização do Regimento Interno que estava ultrapassado há mais de trinta anos, várias leis e isso deverá favorecer os novos legisladores a serem eleitos em outubro próximo”, comentou.

Anunciando que a Câmara está de portas abertas, o vereador deseja que a população participe diretamente da vida política da cidade, comparecendo às sessões, se inteirando das leis, entendendo qual o papel da Casa e seus integrantes, para depois efetuar críticas.

“O poder emana do povo, mas o respeito entre eleitores e vereadores deve ser recíproco”, avalia Maninho. Finalizando, admitiu que esse ano eleitoral também será atípico. “Só não vou permitir que os interessados em galgar cargos nos dois poderes usem funções públicas como trampolim político”, conclui.

Maninho foi eleito presidente da Câmara com 5 votos contra 4 do único concorrente, Adeildo de Oliveira [PTB]. A chapa liderada por ele é formada pela vice Luciana Hernandes Duarte [PSDB] e os secretários José Adenilson de Souza [PSDB] e Gerson Roberto Doreto [PTB].

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍTICA
Franquia:
Andradina SP
Franqueado:
FLAVIA REGINA DE AVELAR GOMES 25180990858
14.225.543/0001-11
Editor responsável:
Flavia Gomes Mtb 8.016/MG
Email: ointeriorfala@gmail.com
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.