Política

Por unanimidade, Câmara aprova reestruturação de cargos da Prefeitura de Castilho

Atendendo a um pedido do prefeito Paulo Duarte Boaventura, os 11 vereadores aprovaram de forma unânime o projeto de Lei 11/2021 que reestrutura cargos e salários dos assessores municipais.

Castilho
15/01/21 às 10h36
Reprodução

Atendendo a um pedido do prefeito Paulo Duarte Boaventura, os 11 vereadores aprovaram de forma unânime o projeto de Lei 11/2021 que reestrutura cargos e salários dos assessores municipais. O projeto foi aprovado em sessão extraordinária ocorrida na manhã desta quinta-feira,14.

Aos secretários municipais o salário será de R$ 7.500,00. Mesmo valor que havia sido aprovado em maio de 2020 conforme lei municipal 2.908/2020. O vereador Tião Japonês antecipou seu voto favorável em Tribuna dizendo que manteria sua coerência já que no ano passado ele também tinha aprovado esse mesmo valor de subsídio.

“Em maio do ano passado igualamos o salário dos secretários e do vice-prefeito para o mesmo valor do que ganha o vereador. Por ironia do destino esse projeto retorna a Câmara e com o mesmo valor. Então, votamos lá atrás e vamos votar de novo. Eis a questão, o vereador pode fazer uma emenda no projeto e diminuir se quiser. E vai depender de cada vereador. Como já votei uma vez, vou votar de novo”, destacou Tião.

“Sábias palavras vereador”, emendou o presidente da Câmara, Ailton Pereira.   Para ocupar qualquer um desses cargos de secretário será exigido do nomeado que se tenha curso superior.

OUTROS CARGOS

Para o Gabinete foram estabelecidos 7 cargos, sendo três deles como de assessores de gabinete com subsídio de R$ 3.000,00 e exigência de ensino médio para ocupá-los. Essa será a mesma referência salarial do assessor de comunicação que também será exigido apenas ensino médio.

Os outros três cargos do Gabinete são de Chefia de Gabinete (R$ 3.500,00/ensino médio), assessor de Gestão e Planejamento (R$ 5.500,00/curso superior), e Relações Institucionais (R$ 6.500,00/curso superior).

Para a Secretaria de Administração foram designados os cargos de Gestão de Convênios (R$ 5.500,00/ensino médio), Gestão de Segurança e Medicina do Trabalho (R$ 3.000,00/ensino médio), e assessor de secretaria (R$ 3.000,00/ensino médio).

Já na secretaria de Agricultura e Abastecimento os cargos comissionados serão compostos da seguinte forma: Assessor de Gestão Ambiental,  Assessor de Gestão em Comércio e Indústria, Assessor de Gestão em Turismo e Assessor de Secretaria. A todos eles serão exigidos apenas o ensino médio e a referência salarial será de R$ 3.000,00.

À Secretaria de Assistência Social foi designado apenas um cargo de assessor de secretaria com salário de R$ 3.000,00/ensino médio. Na Secretaria de Educação, Cultura e Desporto foram designados cargos de Assessor Especial (R$ 4.500,00/curso superior) e ainda assessor de assuntos esportivos e assessor de secretaria. Para ambos: salário de R$ 3.000,00 com exigência de ensino médio para ocupá-los.

Na Secretaria de Obras e Logradouros apenas o cargo de assessor de secretaria (R$ 3.000,00/ensino médio). Por fim, na Secretaria de Saúde os cargos de Assessor Especial (R$ 4.500,00/curso superior) e assessor de secretaria (R$ 3.000,00/ensino médio). (Por urubupunganews).

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍTICA
Franquia:
Andradina SP
Franqueado:
FLAVIA REGINA DE AVELAR GOMES 25180990858
14.225.543/0001-11
Editor responsável:
Flavia Gomes Mtb 8.016/MG
Email: ointeriorfala@gmail.com
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.