Cotidiano

Provedor da Santa Casa é vacinado e causa polêmica em Guararapes

Cidade recebeu 320 doses da CoronaVac; há mais de 600 trabalhadores na área da Saúde para serem vacinados

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
22/01/21 às 20h35
Provedor da Santa Casa recebeu a primeira dose e agendou a segunda para 4 de fevereiro (Foto: Reprodução)

Está causando polêmica em Guararapes (SP), o critério adotado pelo município para a campanha de vacinação contra o coronavírus. Uma das primeiras pessoas a serem vacinadas na cidade foi o provedor da Santa Casa local, Adriano Veanholi.

Apesar de não fazer parte da linha de frente no combate à pandemia, ele recebeu a primeira dose da CoronaVac na quinta-feira (21) e já está agendado para receber a segunda dose em 4 de fevereiro. Foto do cartão de vacinação dele já circula nas redes sociais.

A reportagem questionou a assessoria de imprensa da Prefeitura sobre o fato e o município confirmou que o provedor da Santa Casa está entre as pessoas que foram vacinadas.

Autorizado

Segundo a Prefeitura, as instruções recebidas por meio de videoconferência na quarta-feira (20) do Grupo Técnico da Vigilância Epidemiológica do DRS-2 (Departamento Regional de Saúde) de Araçatuba são de que todos os trabalhadores da área da Saúde serão vacinados.

"Com transparência e respeito à população de Guararapes, o Departamento Municipal de Saúde esclarece que, diante das instruções recebidas pelo Grupo Técnico da Vigilância Epidemiológica do Diretório Regional de Saúde de Araçatuba, todos os trabalhadores da área da saúde, tanto aqueles que atuam na linha de frente, quantos os que exercem funções administrativas, onde são atendidos os pacientes com coronavírus, têm que ser vacinados" , informou em nota.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Prioridades

Conforme matéria publicada pelo Hojemais Araçatuba na quinta-feira, a Prefeitura informou que recebeu 320 doses da CoronaVac no primeiro lote, para um total de 608 trabalhadores em instituições de Saúde da cidade, independentemente do setor, para serem vacinados na cidade.

Levando em consideração que cada pessoa precisa receber duas doses para ser imunizada, o montante enviado inicialmente ao município seria suficiente para proteger 160 pessoas, ou seja, cerca de um quarto do total de profissionais da Saúde.

Ainda de acordo com a Prefeitura, há previsão de recebimento de um novo lote de vacinas na próxima quarta-feira (27), em quantidade suficiente para imunizar todo o público-alvo com a primeira dose.

Cronograma

O cronograma oficial da campanha de vacinação da Secretaria de Saúde Guararapes prevê imunizar na primeira fase os trabalhadores na Santa Casa; na UBS (Unidade Básica de Saúde) Antônio Simões; nos laboratórios que colhem exames de covid-19; na Farmácia Municipal; no Setor de Ambulância; nas UBSs Dr. Norman Storto Dr. Akira Motomatsu; na Casa de Saúde; na Vigilância Sanitária; e no Caps (Centro de Atenção Psicossocial).

Além desses profissionais do setor público, tem ainda os que atuam empresas privadas de saúde do município.

Já vacinou

Segundo a Prefeitura de Guararapes, já foram vacinados todos os trabalhadores da Santa Casa, totalizando 147 pessoas, e todos da UBS Antônio Simões (18). Essa unidade atende exclusivamente casos suspeitos de covid-19. O próximo passo será vacinar os trabalhadores nas outras unidades de saúde.

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira no Palácio dos Bandeirantes, o secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, reforçou que os municípios devem priorizar a vacinação dos profissionais que atuam diretamente na linha de frente do enfrentamento ao corobavírus.

“O município já recebe as duas doses e dará prioridade a quem, às recomendações que a Secretaria de Estado de Saúde deixou, para que oferte isso para aqueles que estejam absolutamente na linha de frente, atendendo nos pronto atendimentos, atendendo na unidades de terapia intensiva e nas enfermarias, pacientes com covid ou com suspeita de covid. São eles que devem ser priorizados”, alertou.

Distribuição

Mais tarde, ele corrigiu a informação sobre a distribuição das vacinas, esclarecendo que para os Hospitais das Clínicas e o Hospital de Base de Rio Preto, que iniciaram a vacinação, já foram entregues as duas doses.

Nos casos dos DRSs (Departamentos Regionais de Saúde), foi enviado o correspondente à aplicação da primeira dose e em 15 dias, os municípios devem receber o restante para aplicação da segunda dose, que tem que ser feita em até 28 dias após a primeira.

Ainda segundo o secretário, a distribuição de doses aos municípios para imunizar os profissionais de saúde levou em consideração as informações do Programa de Vacinação da Gripe de 2020. “Dessa maneira, nós nos valemos e nos embasamos nesses indicadores para cada um dos municípios”, explicou.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.