Cotidiano

Região de Araçatuba é mantida na Fase Laranja

Neste final de semana não haverá alteração, mas no final de semana seguinte, todo Estado ficará na Fase Vermelha

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
22/01/21 às 13h22
Imagem: Reprodução

*Matéria atualizada às 16h20

O governo do Estado manteve a região de Araçatuba (SP) na Fase Laranja do Plano São Paulo, em reclassificação anunciada no início da tarde desta sexta-feira (22). Também foi informado que assim como ocorreu nos feriados do Natal e do Ano-Novo, nos próximos finais de semana, todo o Estado de São Paulo estará na Fase Vermelha, sendo autorizado o funcionamento apenas dos serviços essenciais no sábado e no domingo.

Com a nova reclassificação, a partir de segunda-feira (25), as regiões de Barretos, Bauru, Franca, Presidente Prudente, Sorocaba e Taubaté irão regredir para a Fase Vermelha e se juntam à região de Marília, que está na fase mais restrita desde o início desta semana.

Assim como a região de Araçatuba, as demais do Estado, incluindo a Grande São Paulo, ficam na Fase Laranja. Completam a lista as regiões de Araraquara, Baixada Santista, Campinas, Piracicaba, Registro, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista e São José do Rio Preto.

Restrições

A novidade anunciada pelo governo do Estado é que a partir de segunda-feira, passam a valer as regras da Fase Vermelha após as 20h em todo território paulista. Nesse caso, não haverá grandes alterações, já que esse é o horário máximo de funcionamento dos shopping centers e restaurantes, com atendimento presencial, na Fase Laranja.

Porém, a regra também valerá para os próximos finais de semana (dias 30 e 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro). Assim como ocorreu nos feriadões de Natal e Ano-Novo, nesses dias, apenas os serviços essenciais poderão funcionar em todo Estado.

Também ficou definido que até 7 de fevereiro, nenhuma região avançará às fases Amarela e Verde do Plano São Paulo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Pandemia

As medidas adotadas nesta sexta-feira foram recomendadas pelo Centro de Contingência do coronavírus, com base em índices epidemiológicos e hospitalares. Com a reclassificação, 78% da população de São Paulo fica na Fase Laranja e 22% na Vermelha.

Nesta sexta (22), a média estadual é de 348,6 novos casos a cada 100 mil habitantes; a taxa de novas internações é de 54,1 a cada 100 mil habitantes; e as mortes de 7,1 a cada 100 mil habitantes.

Durante entrevista coletiva, o coordenador executivo do Centro de Contingência, João Gabbardo, informou que em média o Estado registra um óbito de paciente por covid-19 a cada seis minutos. 

E ele declarou que o cenário para os próximos dias é sombrio. “Nós temos risco em São Paulo, se não tomarmos as medidas necessárias, de em pouco tempo termos dificuldade de oferecer leitos de UTI para pessoas que necessitem de tratamento" , informou.

Reclassificação

A média de ocupação de leitos de UTI por pacientes graves de covid-19 passou de nesta sexta-feira é de 71,1%. O limite para permanência na Fase Laranja era 70%, mas o governo do Estado anunciou uma mudança, reduzindo esse índice para 75%. A região de Araçatuba apresenta 55,2% de taxa de ocupação dos leitos de UTI.

Ao fazer a reclassificação, a Secretaria de Estado da Saúde informou que irá criar 756 leitos para pacientes infectados pelo coronavírus, sendo 450 de enfermaria e 306 de UTI.

As prefeituras que se recusarem a seguir as normas estabelecidas pelo Governo do Estado ficam sujeitas a sanções judiciais.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.