Economia

Comércio abre em horário especial para o Dia dos Namorados

Vendas para a data deverão alcançar R$ 2,49 bilhões neste ano em todo o País

Aline Galcino* - Hojemais Araçatuba
09/06/22 às 11h35
Em Araçatuba e Birigui lojas funcionam nesta sexta-feira (10) até as 22h (Foto: Manu Zambon/Hojemais Araçatuba)

Para facilitar a vida do consumidor, o comércio de várias cidades da região de Araçatuba (SP) funcionará em horário estendido neste fim de semana para a venda do Dia dos Namorados, considerada a sexta data comemorativa mais importante do varejo, em termos de movimentação financeira.

Em Araçatuba, segundo a Acia (Associação Comercial e Industrial de Araçatuba), o atendimento das lojas do Calçadão e Multishop será na sexta-feira (10), das 9h às 22h, e no sábado (11), das 9h às 18h.

Em Birigui, na sexta-feira, o comércio ficará aberto até as 22h e no sábado, até as 16h.

Em Penápolis, o atendimento estendido será no sábado, das 9h às 14h. No domingo, apenas as lojas do ramo funcionarão das 9h às 13h. Já em Guararapes, o funcionamento será no sábado, das 9h às 14h.

Números

As vendas para o Dia dos Namorados deste ano deverão alcançar R$ 2,49 bilhões, com queda de 2,6%, descontada a inflação, na comparação com o resultado da mesma data em 2021, que chegou a R$ 2,56 bilhões. Os dados foram divulgados pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) e mostram efeito da inflação, que atinge diversos produtos e serviços relacionados ao período.  

O movimento financeiro estimado deverá ser semelhante ao de 2019, ano em que as vendas do varejo atingiram R$ 2,47 bilhões. No ano seguinte (2020), o setor registrou queda histórica de 21,5% na comparação com o ano anterior, com movimentação de R$ 1,94 bilhão. Em 2021, houve avanço de 32,2% em relação ao ano anterior, com recuperação nas vendas do Dia dos Namorados.

A CNC observou que os preços de bens e serviços associados à data devem estar, em média, 10,7% mais altos do que no mesmo período do ano passado. Se confirmada tal expectativa, seria a maior variação do preço médio desses itens desde o início do levantamento feito pela CNC em 2013.

Na cesta de 20 produtos e serviços pesquisada pela CNC, apenas um item (casa noturna) apresentou deflação de 5,9%. Todos os demais preços estão mais altos do que no ano passado, sendo a inflação o principal problema do varejo neste ano. *Com informações da Agência Brasil

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM ECONOMIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.