Cultura

Exposição ‘Itinerância B de Bananal’ marca reabertura do Museu do Sol, em Penápolis

Artista plástica de estética naïf Marinilda Boulay exibe obras autorais, produzidas durante a pandemia

Manu Zambon* - Hojemais Araçatuba
05/10/21 às 19h30
(Foto: Divulgação)

A viagem da banana pelo mundo e sua presença nas artes visuais no Brasil, com olhar atual que propõe uma reflexão sobre a preservação do meio ambiente e dos territórios indígenas. Essa é a proposta da exposição “Itinerância B de Bananal”, da artista plástica de estética naïf Marinilda Boulay, de Socorro (SP), que marca a reabertura do Museu do Sol, em Penápolis (SP), desde o início da pandemia. 

A exposição começa na próxima quinta-feira (7), às 20h, e estará aberta de segunda a sexta-feira, das 13h às 15h30, com entrada gratuita. Para a visitação, é necessário seguir todos os protocolos de segurança e uso obrigatório de máscara. 

A mostra traz esculturas em cerâmica, aquarelas e pinturas sobre tela, madeira e ferramentas usadas no manejo dos bananais. A mostra também revela fotografias e vídeos, com animações e narração de contação de história, pela própria artista, especialmente para o público infantil.

“Itinerância B de Bananal” recebeu um prêmio do ProAC (Programa de Ação Cultural) Expresso LAB de Sa?o Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado, com recursos do governo federal. Tem apoio do município de Socorro, do Museu do Sol de Penápolis e do ITC (Instituto Totem Cultural).

Reflexões

“A exposição mostra a necessidade urgente de sermos agentes de mudanças ambientais, buscando a sustentabilidade, produzindo e consumindo a produção local, parando de queimar, e de derrubar florestas ancestrais, andando mais de bicicleta, plantando muitas árvores por nós mesmos ou, então, se não temos onde plantar, apoiando as associações que plantam. Assim poderemos ajudar o planeta a se recuperar do aquecimento global e evitar novas pandemias”, diz Marinilda. 

Assim como a fruta protagonista do projeto, a artista exibe neste trabalho toda a sua versatilidade, com a alegria e simplicidade das cores e traços característicos da arte naïf. “Esse conjunto busca sua inspiração na mitologia dos índios Javaés da Ilha do Bananal (Tocantins), onde, segundo eles, a banana originou para o mundo, passando pelas obras de Debret, no século 19, que retrata as vendedoras de folhas de bananeiras, até Tarsila do Amaral, Lasar Segall, Antonio Henrique Amaral, o artista performático mineiro Paulo Nazareth, o italiano Maurizio Cattelan ou ainda a artista americana Deana Lawson”, diz a artista.

Obras

Em “Itinerância B de Bananal”, Marinilda cria ainda uma instalação com obras impressas sobre cetim de 70 artistas convidados de vários cantos do país, incluindo cidades da região de Araçatuba, e demais estados, como Pernambuco, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Tocantins, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia entre outros, além da Europa (Bélgica e França) e Egito.

A artista também homenageia três grandes nomes da arte naïf brasileira: Tânia de Maya Pedrosa, artista alagoana; Ceres Franco, galerista e mecenas; e a visionária Iracema Arditi, que “encorajou em 1967, os laços entre os artistas brasileiros e o museu francês Musée d’Art Naïf et D’Arts Singuliers, desde a sua criação neste ano em Laval, cidade natal de Henri Rousseau, precursor do estilo naïf”, explica Marinilda.

Obra em homenagem a Museu do Sol (Foto: Divulgação)

Itinerância

Por meio de uma itinerância ao ar livre, a exposição percorreu quatro bairros da zona rural da cidade de Socorro antes de chegar ao Museu do Sol, homenageado por Marinilda com uma obra especial para a abertura. A mostra ainda participou de projetos culturais e educacionais junto aos alunos socorrenses.

"Chegar nesta primavera ao Museu do Sol representa um passo muito importante no meu percurso. Com o otimismo e as cores intensas, quase sonoras da arte nai?f, esperamos poder conscientizar as pessoas que, juntos, podemos fazer uma nova primavera ser possível para nossos biomas, fundamentais para a proliferação da vida!”, afirma Marinilda.

Celebração

Para o diretor do Museu do Sol, Joaquim Alberto Fernandes, o Beto, “Itinerância B de Bananal” celebra o retorno da programação de eventos presenciais, com arte e cultura que trazem leveza para a alma. “Neste período caótico da pandemia, nós enquanto museus, de todo o mundo, fomos muito prejudicados, porque dependemos da visitação do público. Tivemos que parar com todas as ações. Abrimos em maio, mas esta é a primeira exposição do ano. Então, é com muita alegria que recebemos as obras da Marinilda, e esperamos que o público realmente retorne com muita vontade de ver arte”, diz Beto.

Sobre a artista

Artista plástica, ceramista e pesquisadora, Marinilda Boulay é também produtora cultural e presidente do ITC (Instituto Totem Cultural), em Socorro. Formada em Interpretação Teatral pela ECA (Escola de Comunicação e Artes) da USP (Universidade de São Paulo), com doutorado em literatura dramática comparada pelo Instituto de Estudos Lusófonos e Brasileiros pela Université de la Sorbonne Nouvelle - Paris III, Marinilda morou durante 12 anos na França e se manifesta pela arte contemporânea naïf.

A artista expõe constantemente em mostras e bienais brasileiras e internacionais, tendo recebido menções e prêmios por suas obras, que fazem parte de acervos, museus e de coleções particulares. Em 2018, foi contemplada com o Prêmio Culturas Populares, oferecido pelo Ministério da Cultura. Marinilda já produziu importantes projetos de fomento, valorização e difusão da cultura tradicional e popular em torno das Congadas, das benzedeiras da região do Circuito das Águas Paulista e de outras manifestações do patrimônio material e imaterial caipira do interior do Estado. Seu site: marinildaboulay.art.br/.

SERVIÇO

Exposição “Itinerância B de Bananal”

Data: 07 de outubro a 07 de novembro

Local: Museu do Sol (avenida Rui Barbosa, 798, Centro, Penápolis - SP)

Horário: segunda a sexta-feira, das 13h às 15h30 – entrada gratuita

Informações: (18) 3652-0590

Veja a exposição virtual: totemcultural.org.br/expo/

*Com informações da assessoria de imprensa da artista

(Foto: Divulgação)
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM CULTURA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.