Economia

Banco do Povo libera linha emergencial para setores mais afetados pela pandemia

Estão disponíveis a empresários de Birigui microcréditos para capital de giro com taxas de juros de 0% a 0,35% por mês

Da Redação - Hojemais Araçatuba
14/04/21 às 15h25
Cópias dos documentos obrigatórios devem ser entregues na recepção da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, na rua Nilo Peçanha, 301 (Foto: Reprodução Google)

Para dar suporte às micro e pequenas empresas de Birigui (SP) mais afetados pela pandemia, o Banco do Povo local, junto com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, liberou uma linha emergencial, disponibilizando microcréditos para capital de giro com taxas de juros de 0% a 0,35% por mês.

Ela atende donos de bares e restaurantes; academias e setor de beleza; comércio e atividades imobiliárias; cultura e economia criativa; hotéis e turismo e artesanato.

Podem solicitar os financiamentos os empreendedores formais (MEI, ME, EPP, LTDA e EIRELI) que estiverem sem restrições de crédito no Serasa e que fizeram cursos dos programas Empreenda Rápido ou Empreenda Mulher.

Prazos

As taxas desse microcrédito possuem carência de seis meses e prazo de até 36 meses para pagamento. Entre outras condições, estão a dispensa de consulta no Cadin (Cadastro Informativo dos Créditos não Quitados de Órgãos e Entidades Estaduais), - o que está condicionada à sanção do projeto de lei 108/21 - e de avalista.

Segundo a Prefeitura, alguns microcréditos já foram liberados para micro e pequenos empresários da cidade. O microcrédito pode ser solicitado no Banco do Povo de Birigui pelo telefone (18) 3641-6270 ou pelo e-mail bancodopovobirigui@gmail.com.

Cópias dos documentos obrigatórios devem ser entregues na recepção da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, na rua Nilo Peçanha, 301, Centro. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h.

DOCUMENTOS OBRIGATÓRIOS

• CNH ou RG e CPF dos sócios e dos cônjuges (se houver) ou documento oficial com foto. Para estrangeiros, apresentar Registro Nacional de Estrangeiros (RNE);

• Inscrição CNPJ – consultar no site da Receita Federal;

• Quando houver, inscrição estadual;

• Quando houver, inscrição municipal;

• Certidão de casamento do cliente e dos sócios. Nos casos de separação ou viuvez, apresentar devidas certidões e, caso declare união estável, apresentar documento que a comprove;

• Comprovante recente – menos de 90 dias – de endereço em nome da empresa ou, na ausência, do responsável (água, luz ou telefone);

• Cartão de conta bancária ou extrato em nome da empresa ou em nome do sócio que receberá os recursos;

• Orçamento do bem a ser financiado que conste o nome do fornecedor ou da razão social, o número do CPF ou CNPJ, endereço e telefone, além da descrição detalhada dos bens, serviços ou mercadorias a serem financiadas e a forma de pagamento à vista. Para capital de giro, em substituição, podem ser aceitas cópias das notas fiscais de compras dos últimos três meses, em substituição ao orçamento;

• Plano de Negócio, para início de atividade;

• Certificado do curso em um dos programas Empreenda Mulher ou Empreenda Rápido: www.desenvolvimentoeconomico.sp.gov.br/empreendamulher ou www.empreendarapido.sp.gov.br . (Informações da assessoria de imprensa)

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM ECONOMIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.