Polícia

Condenado a 19 anos de prisão por roubo é preso em Birigui

Cumpria pena no regime aberto, mas descumpriu uma das determinações previstas no benefício

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
21/11/21 às 12h33

A Polícia Militar de Birigui (SP) prendeu na tarde de sábado (20), Robson Eliseu Moreira, 35 anos, que era considerado foragido da Justiça. Segundo mandado de prisão expedido no final de outubro pela Justiça de Andradina, ele foi condenado a 19 anos e 10 meses de prisão em regime fechado.

Em pesquisa no site do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo), foi constatado que ele cumpria pena no regime aberto, mas descumpriu uma das determinações da Justiça com relação ao benefício.

A prisão foi feita por volta das 13h, após policiais militares serem informados que havia um homem em atitude suspeita e portando uma arma de fogo na rua Anhanguera, na região central da cidade.

Ele foi abordado, durante a revista pessoal nada de ilegal foi encontrado, mas os policiais consultaram o sistema e encontraram o mandado de prisão expedido em 27 de outubro. Segundo a polícia, Moreira não informou contato de familiares, mas disse que a namorada dele estaria ciente da captura.

Reincidente

Segundo consta no processo, Moreira foi beneficiado com a progressão ao regime aberto em 12 de novembro de 2020. Na época ele estava recolhido na penitenciária Nestor Canoa, em Mirandópolis, e antes de conceder o benefício, a Justiça determinou que o sentenciado passasse por exame criminológico.

Foi levado em consideração que os crimes cometidos são da maior gravidade e a reincidência, sendo duas condenações por roubo e três por furto. Consta ainda que devido à quantidade de pena imposta, ela deve terminar apenas em 19 de maio de 2033.

Liberdade

Em fevereiro deste ano foi publicado despacho determinando que devido à pandemia, seria alterada a condição do comparecimento mensal para comparecimento semestral ao Fórum.

Ele deveria se apresentar à Justiça até 4 de outubro, sob pena de regressão de regime e expedição de mandado de prisão. Entretanto, não compareceu no prazo e não foi localizado pelo oficial de Justiça no endereço informado.

O Ministério Público requereu a regressão cautelar do regime, o que foi atendido pela Justiça.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.