Polícia

Mulher trans é presa acusada de furtar celular

Aparelho foi encontrado com um jovem, com o qual ela disse tê-lo trocado por entorpecente, mas ele disse que comprou

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
21/10/21 às 10h45

Uma mulher trans de 32 anos, moradora no bairro Planalto, em Araçatuba (SP), foi presa no final da tarde de quarta-feira (21), acusada de furtar um celular de dentro de um carro. O aparelho foi encontrado com um jovem de 25 anos, que disse tê-lo comprado por R$ 70,00, apesar de a investigada ter dito que o havia trocado por drogas.

O celular pertence a um homem de 29 anos, morador no bairro Amizade, que contou à polícia que estacionou o carro próximo a uma creche na rua Judith Marcharet, na frente da "Praça da Fumaça" , e deixou os vidros abertos, pois voltaria rapidamente.

Porém, quando se afastou do veículo notou que havia uma pessoa a pé, abaixada e pegando algo dentro do carro. A vítima disse que imediatamente saiu para a rua, mas o autor correu. Ao vistoriar o interior do veículo, constatou o furto do celular.

O dono do aparelho disse que populares informaram que a pessoa que praticou o furto residiria na rua José Cazerta, onde ela foi encontrada, mas ao vê-lo, correu para dentro de casa.

Confessou

A vítima acionou a polícia e a equipe identificou a pessoa que mora na casa como uma mulher trans. Ela recebeu os policiais na área de casa, confessou o furto, mas disse que havia trocado o aparelho por "drogas" em uma "biqueira" .

A equipe foi até o local indicado pela investigada, na rua Noel Rosa, onde foi encontrado o aparelho e o jovem disse que o havia comprado por R$ 70,00, negando que tivesse trocado por drogas. Ele alegou que não conhecia a mulher trans, mesmo assim comprou o celular, sem saber que era furtado.

Presa

A investigada foi reconhecida pela vítima como autora do crime, apresentada no plantão policial e teve a prisão em flagrante confirmada pelo delegado que presidiu a ocorrência. Ele arbitrou fiança de R$ 2.200,00, valor correspondente a dois salários mínimos, mas o dinheiro não foi apresentado e a acusada ficou à disposição da Justiça.

O jovem que comprou o aparelho também foi apresentado no plantão e liberado após o registro da ocorrência. Entretanto, ele será indiciado por receptação.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.