AO VIVO
Polícia

Delegacias continuam registrando vários tipos de golpes em vítimas de Três Lagoas

Uma mulher tentou comprar uma moto pela internet e sofreu um golpe de R$ 5,8 mil em Três Lagoas

Albecyr Pedro - Hojemais Três Lagoas
02/07/22 às 12h14
Foto: Albecyr Pedro- Casos registrados na Depac

Um homem de 42 anos procurou a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) na manhã deste sábado (2) para registrar uma ocorrência de estelionato.

Segundo a vítima, há cerca de uma semana a vítima anunciou uma moto para venda em um site, e que recebeu uma ligação de número de DDD (61) onde um homem que se identificou como sendo do suporte do portal disse que iria mandar um código.

Ainda conforme seu relato, o código informado seria para resolver um problema no site. Ele clicou no link enviado, repassou o código para o golpista, e o WhatsApp parou de funcionar, momento em que recebeu a ligação de um amigo perguntando se ele havia pedido dinheiro emprestado e descobriu que seu aplicativo havia sido clonado. 

MULHER CAI EM GOLPE AO TENTAR COMPRAR CARRETEL DE LINHA

Na tarde desta sexta-feira (1º) uma mulher de 42 anos foi vítima de um golpe ao tentar comprar carretel de linhas de pipa pela internet. O caso foi registrado também na Depac em Três Lagoas.

A vítima contou que transferiu via Pix o valor de R$ 165 para uma suposta empresa e após o pagamento foi bloqueada pelo WhatsApp e percebeu que tinha caído em um golpe.

MULHER CAI EM GOLPE E PERDE QUASE R$ 2 MIL NO WHATSAPP CLONADO

Uma mulher de 57 anos caiu no golpe do Whatsapp clonado e perdeu R$ 1.980 mil. O caso foi registrado na tarde de quinta-feira (30) na Depac.

Segundo a vítima, ela recebeu mensagens no aplicativo, onde uma pessoa se passando por uma filha disse que precisaria que fizesse uma transferência no valor de R$ 980,00 para pagar produtos de estética.

Assim foi feito pela vítima, que transferiu o valor via Pix para a conta em de nome de L.R.S.M.

Posteriormente, a suposta filha pediu mais R$ 1 mil, e a vítima fez outra transferência via Pix com o valor, para a mesma conta anterior.

Novamente a suposta filha pediu mais dinheiro, foi quando a mulher ligou para filha, e descobriu que havia caído em um golpe.

MULHER TENTA COMPRAR MOTO PELO FACEBOOK E PERDE R$ 5,8 MIL

Uma mulher de 39 anos procurou a Depac na tarde de terça-feira (28) para denunciar um crime de estelionato, a qual foi vítima.

Segundo a mulher, moradora de Aparecida do Tabuado, ela tomou conhecimento e se interessou através do aplicativo Facebook de uma motocicleta Honda Biz cor vermelha, ano 2011/2012, e logo passou a conversar via Whatsapp com DDD (67) com um homem identificado por "Felipe Amorim".

Conforme o seu relato, sendo assim acertou vistoriar o veículo em Três Lagoas, tendo combinado encontrar em um posto de combustível.

No local, a vítima encontrou um homem identificado por "Paulo Henrique" que estava de posse da moto.

Sendo assim, ela contou que enviou mensagens via Whatsapp pedindo descontos para "Felipe", pois constatou alguns problemas na moto e teria que levar para ser consertada, fechando a compra no valor R$ 5,8 mil.

Após fechar o négocio, foram para o cartório, onde vítima falou com uma mulher identificada por "Beatriz", que seria a proprietária da moto.

Ainda segundo a vítima, ela havia sido orientada para não tratar de valores e pagamento com a proprietária apresentada, que seria suposta cunhada do "Felipe Amorim", assim concordado e feito a transferência via Pix, conforme o comprovante apresentado na delegacia.

Na sequência, "Beatriz", verdadeira proprietária da moto ficou aguardando o envio do comprovante e o valor creditado na conta corrente do seu esposo pelo aplicativo celular, fato que não ocorreu.

Segundo a proprietária, foi enviado um comprovante no valor de R$ 8 mil e por conta de não ter sido creditado o valor na conta do esposo, ela e a vítima começaram a desconfiar de um golpe.

A vítima efetuou várias ligações e enviou mensagens a "Felipe Amorim", suposto vendedor,  porém sem sucesso. Diante dos fatos, a mulher manifestou em representar criminalmente contra os envolvidos, quando forem identificados.

HOMEM TEM NOME USADO PARA CONTRATAÇÃO DE INTERNET

Um jovem de 20 anos caiu em um golpe na última quinta-feira (30) e denunciou o caso na 1ª Delegacia de Polícia Civil.

Segundo o rapaz, ele recebeu uma ligação de uma operadora onde um suposto funcionário disse que ele estava com duas contas de internet residencial em atraso e pediu seus dados pessoais.

Em ato contínuo, a vítima informou que não havia feito a solicitação, e pediu para o suposto funcionário informar o endereço da instalação da internet, tendo ele fornecido como Avenida Baldomero Leituga.

Ainda conforme seu relato, ele se deslocou até o endereço, e em contato com o morador da residência, ele respondeu que um funcionário da operadora, por nome de Maikon fez a instalação da internet e autorizou a colocar no nome da vítima.

Depois a vítima recebeu outra ligação em seu aparelho celular de uma funcionária da operadora, informando que caso não pagasse as contas em atraso até no dia 05 de julho, seu CPF iria entrar em restrição.

A vítima abriu o aplicativo da operadora no seu aparelho celular, e viu que realmente haviam dois boletos em seu nome, com serviços de internet residencial não contratados.

Ele informou que tem apenas um chip do seu aparelho celular cadastrado na operadora e não conhece "Maikon", e não solicitou a contratação de outros serviços.

Posteriormente, a vítima se comprometeu a apresentar cópia das faturas em atraso e manifestou representar criminalmente.

LEIA TAMBÉM
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Sérgio Scalone - MTB 8388/SP
atendimento@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.