AO VIVO
Polícia

Mulher cai em golpe ao tentar comprar máquina de lavar via WhatsApp em Três Lagoas

Como a vítima não tinha o dinheiro no pix, ela enviou o valor por um mototaxista que entregou para uma mulher identificada por K.S., que trabalha em uma conveniência de Três Lagoas

Albecyr Pedro - Hojemais Três Lagoas
01/07/22 às 21h35
Foto Ilustrativa

Uma mulher de 30 anos foi vítima de um estelionato e procurou a 3ª Delegacia de Polícia Civil na tarde desta sexta-feira (1º) em Três Lagoas.

Segundo a vítima, ela negociou uma máquina de lavar pelo valor de R$ 400 com um rapaz pelo WhatsApp DDD (18) e pelo número de DDD (67) porém, o autor pediu metado do valor, alegando que entregaria o eletrodoméstico no final desta tarde.

Como a vítima não tinha o dinheiro no pix, ela enviou o valor por um mototaxista que entregou para uma mulher identificada por K.S., que trabalha em uma conveniência de Três Lagoas.

Após cumprir o acordo, a vítima foi bloqueada pelo autor no aplicato Whatsapp e não recebeu a máquina de lavar.

JOVEM TEM VALORES TRANSFERIDOS DE CONTA BANCÁRIA

Após perceber uma transferência de valores em sua conta bancária, uma jovem de 18 anos compareceu na 3ª DP na manhã desta quinta-feira (30) para registrar a ocorrência.

Segundo a vítima, assim que notou o procedimento, entrou em contato com seu banco via telefone e realizou o bloqueio de sua conta. 

A agência informou que o banco exigiu o registro do BO na delegacia para que sua conta seja desbloqueada.

HOMEM PERDE R$ 6,7 MIL AO TENTAR NEGOCIAR MOTO

Um homem de 25 anos caiu em um golpe ao tentar comprar uma moto e perdeu R$ 6,7 mil. O caso foi registrado na tarde de quarta-feira (29) na 3ª Delegacia de Polícia Civil.

Segundo a vítima, ele teve conhecimento do veículo e conversou com o vendedor pelo WhatsApp de DDD (67) com o nome de "João", e marcou de ver a moto.

Ao perguntar sobre o pagamento para o homem que estava na posse da moto, ele informou que enviaria o valor de R$ 1 mil, e o restante no dia seguinte.

Segundo a vítima, o vendedor pediu os seus documentos para fazer a transferência, e logo em seguida ele enviou o valor de R$ 5,7 mil.

Ele foi ao cartório para realizar a transferência, porém "João" não compareceu e muito menos respondeu mais pelo Whatsapp, informou a vítima.

Os valores foram enviados através de Pix em nome de S.C.C., e outro para conta de L.P.S. 

HOMEM É DENUNCIADO POR USO FALSO DE DISTINTIVO DA POLÍCIA CIVIL

Um homem de 50 anos foi denunciado por uso ilegítimo de uniforme ou distintivo da Polícia Civil na tarde da última segunda-feira (27) em Três lagoas.

Segundo a denúncia registrada na 3ª Delegacia de Polícia Civil, o autor apresentava uma carteira de bolso e também uma funcional da Polícia Civil do Estado de São Paulo.

Informações relatam que o homem não ocupa o cargo de policial civil e inclusive possui passagens em Três Lagoas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Sérgio Scalone - MTB 8388/SP
atendimento@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.