Polícia

PMA de Bataguassu fecha carvoaria que funcionava sem licença ambiental

A pena para esse crime é de três a seis meses de detenção.

Da Redação
14/05/21 às 13h30

Moradores de um condomínio, localizado à BR 267, no município, a 20 km da cidade, denunciaram aos Policiais Militares Ambientais de Bataguassu na quarta-feira (12) à tarde, uma carvoaria que funcionava nas imediações do condomínio, que produzia muita fumaça prejudicando todos os condôminos. Uma equipe foi ao local e verificou que a carvoaria, apesar de ter apenas um forno funcionava de forma ilegal.

A atividade pertencente ao proprietário de um sítio não possuía licença ambiental para funcionar e a madeira transformada em carvão era proveniente de madeira da espécie eucalipto plantada por ele no sítio. A atividade foi paralisada. O infrator (64), residente no sítio, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 500,00 por funcionar atividade potencialmente poluidora sem autorização ambiental. A pena para esse crime é de três a seis meses de detenção.

* Assessoria de Comunicação

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.