Cotidiano

Prefeitura reassume pronto-socorro municipal em Birigui

O anúncio foi feito pelo prefeito Leandro Maffeis (PSL), por meio de suas redes sociais, com transmissão ao vivo no Facebook

Aline Galcino - Hojemais Araçatuba
27/01/21 às 08h27
Prefeito Leandro Maffeis anuncia a retomada da gestão do pronto-socorro (Foto: Rafael Lopes/Assessoria de imprensa)

A Prefeitura de Birigui (SP) retomou, na noite desta terça-feira (26), a gestão do pronto-socorro municipal Dr. Alceu Lot, que estava sob o comando da OSS (Organização Social de Saúde) Santa Casa de Birigui desde fevereiro de 2019.

O anúncio foi feito pelo prefeito Leandro Maffeis (PSL), com transmissão ao vivo no Facebook. Acompanhado de integrantes da equipe de governo e Polícia Municipal, o prefeito entrou em vários setores da unidade de saúde e anunciou aos funcionários que a partir das 20h nada mais sairia do local sem a autorização dele ou da secretária de Saúde, Adriana Sangaletti Duarte, pois a Prefeitura estava reassumindo o PS. 

O diretor-presidente da OSS, Miguel Ribeiro, não estaria no município, por isso não teria sido notificado, o que aconteceria nesta quarta-feira (28).[A1] 

Salários

Os funcionários que trabalhavam naquele momento questionaram sobre o pagamento de funcionários. Maffeis informou que o salário é responsabilidade da OSS, mas que o vice-presidente do Sinsaúde (Sindicato dos Empregados em Estabelecimento de Serviços de Saúde) de Araçatuba e região, Natalício Valério da Silva, estava ciente da ação da Prefeitura e que esclareceria a situação a eles. Uma das informações é que os valores correspondentes aos salários poderão ser depositados em juízo pela Prefeitura para pagamento da categoria.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Termo aditivo

De acordo com a Prefeitura, a retomada se deu com base em renúncia do convênio, por meio de uma notificação extrajudicial. A atitude teria sido tomada em virtude da inexistência do quinto termo aditivo que prorrogaria por mais dois meses o convênio, a partir de 31 de dezembro de 2020.

O suposto sumiço desse termo é investigado pela Polícia Civil. A administração anterior, no entanto, alega que o quinto termo existe, passou pelo Conselho Municipal da Saúde, cuja reunião está registrada em ata, mas não foi assinado pelo presidente da OSS, que estaria em viagem na ocasião.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2021 - Grupo Agitta de Comunicação.