Polícia

Acusado de matar casal em Birigui é preso pela polícia do Paraguai

Ele havia fugido com a companheira para o país vizinho depois de ligar para familiares contando sobre o duplo homicídio

Agência Trio Notícias
01/12/23 às 22h27

A polícia do Paraguai prendeu nesta sexta-feira (1), o homem de 29 anos, acusado de ter assassinado a facadas um casal em Birigui (SP) na semana passada. Os crimes aconteceram na residência do acusado, no bairro Parque das Nações, e ele e a companheira dele tiveram as prisões temporárias decretadas pela Justiça a pedido do delegado Eduardo Lima de Paula, responsável pelo inquérito.

Ela foi presa nesta semana ao se apresentar à polícia na companhia de um advogado e confessou ter fugido com o companheiro para o Paraguai, mas negou participação nos assassinatos.

Segundo o que foi apurado pela reportagem, o acusado foi abordado por policiais do Paraguai no município de Pedro Juan Caballero, em atitude suspeita. Ao consultar o nome dele, a equipe constatou que ele estava envolvido no duplo homicídio e o acusado teria confessado a autoria.

Preso

A polícia paraguaia fez contato com a Polícia Civil de Birigui, comunicou sobre a detenção do investigado e recebeu a cópia do mandado de prisão, para dar cumprimento. Ainda de acordo com o que foi apurado, a partir da prisão iniciam-se os tramites entre a polícia do Paraguai e a Polícia Federal brasileira para providenciar a extradição.

Quando toda a parte burocrática for concluída, o investigado deverá ser levado até Ponta Porã, onde uma equipe da Polícia Civil de Birigui irá buscá-lo para levá-lo até a delegacia para ouvi-lo e dar sequência ao inquérito.

Caso

Os corpos de Jimmy Pereira da Silva, 21 anos, e Caroline Batista Froes, 22, foram encontrados na última quinta-feira (23) em uma edícula nos fundos de outra casa na rua Severo Xavier Soares. As duas vítimas apresentavam um corte profundo na parte da frente do pescoço e o corpo do jovem tamém tinha outros ferimentos a faca no peito. 

A perícia recolheu sacos de lixo com roupas sujas de sangue e encontrou no imóvel os documentos das vítimas e dos investigados. O casal que residia no imóvel havia desaparecido e uma cunhada do investigado relatou à polícia que ele havia telefonado para pedir dinheiro para fugir, dizendo que havia matado um cara e deixado o corpo na casa dele.

Durante a investigação a polícia descobriu que Jimmy e o investigado se conheciam "de rolê", teriam se encontrado em um barzinho na noite de terça-feira (21) todos foram para a casa do acusado.

Sexo

A companheira do investigado disse à polícia que eles fizeram uso de drogas, ingeriram bebidas alcoólicas e durante a madrugada, quando ela já estava dormindo, Jimmy teria tentado fazer sexo com ela. O companheiro dela teria tentado defendê-la, os dois entraram em luta corporal e o acusado teria assassinado a vítima.

A mulher disse ainda que Caroline teria acordado durante a briga, testemunhado o homicídio e informado que chamaria a polícia, por isso também foi assassinada. 

Investigado foi preso pela polícia do Paraguai (Foto: Divulgação)
Casal que foi assassinado em Birigui (Fotos: Reprodução)
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
  03/03/24 às 14h08
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Jornalismo Digital LTDA
48.486.487/0001-90
Editor responsável:
Lazaro Silva Júnior MTB 48158
lazaro.junior@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2024 - Grupo Agitta de Comunicação.