Polícia

Condenado por homicídio é preso com revólver pelo Baep na avenida Brasília

Disse que iria vingar a morte do irmão, ocorrida no mês passado em Buritama; fugiu de presídio em Valparaíso em janeiro de 2020

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
07/12/21 às 16h17
Arma foi apreendida pela equipe do Baep (Foto: Divulgação)

Equipe do Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia) prendeu na noite de segunda-feira (6) em Araçatuba (SP), Lucas Miguel de Oliveira Santos, 27 anos. Morador no bairro Livramento, em Buritama, ele havia fugido em janeiro do ano passado do CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Valparaíso, onde cumpria pena por homicídio.

Segundo a polícia, o acusado estava com um revólver e disse que pretendia usar a arma para vingar a morte do irmão dele, assassinado no mês passado, em Buritama.

O flagrante foi feito pouco depois das 22h, na avenida Brasília. Equipe em patrulhamento suspeitou de um VW Gol ocupado por dois casais que passava pelo local. Segundo os policiais, os ocupantes do carro apresentaram nervosismo ao verem a viatura, por isso foi feito o retorno para efetuar a abordagem.

Resistiu

Ainda segundo os policiais, Santos estava no banco traseiro, demorou um pouco para sair do veículo e antes de deixar o carro, retirou um objeto da cintura e jogou no assoalho.

Quando os policiais foram ver o que se tratava, ele saiu correndo e foi preciso usar a força para algemá-lo. Durante vistoria no carro foi encontrado um revólver calibre 32, que estava em um coldre e sem munições.

De acordo com a polícia, o acusado alegou que comprou a arma por R$ 2.500,00 para vingar a morte do irmão. Samuel Marcos de Oliveira, 33, foi morto a tiros na noite do feriado de 15 novembro em Buritama.

Mesmo ferido, ele contou que havia sido atacado por dois homens que estavam em um GM Corsa. Segundo Santos, ele seria o alvo dos atiradores. Um inquérito foi instaurado para investigar esse homicídio.

Foragido

Durante pesquisa na documentação de Santos, os policiais encontraram um mandado de prisão em aberto contra ele, expedido pelo Deecrim (Departamento Estadual de Execuções Criminais) de Araçatuba, por ser foragido do CPP (Centro de Progressão Penitenciária) de Valparaíso.

A reportagem constatou que a fuga se deu em 6 de janeiro de 2020. Os agentes penitenciários relataram que naquela manhã, durante ronda de rotina no interior de um dos alojamentos, viram o acusado em atitude suspeita.

Ao tentar abordá-lo para revistá-lo ele saiu correndo, dispensando uma porção de maconha. Outros servidores tentaram contê-lo, não conseguiram, e um agente que estava na torre de vigilância informou que o sentenciado estava escalando os alambrados e fugindo. Apesar de os agentes terem saído atrás dele, não conseguiram localizá-lo.

Condenado

A reportagem não teve acesso à sentença de condenação de Santos, mas tem informações que ele havia sido investigado pelo assassinato do autor Valdecir Gonçalves, 30 anos. O ato infracional ocorreu em 3 de novembro de 2012, em Buritama, quando ele tinha 16 anos.

No site do TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) tem o despacho referente ao pedido para progressão da pena para o regime semiaberto, feito em junho de 2019, quando ele cumpria pena em uma das penitenciárias de Lavínia.

No despacho consta que devido aos crimes atribuídos a Santos serem da maior gravidade (homicídio qualificado), com término do cumprimento da pena previsto para 24 de julho de 2026, foi determinada a realização da avaliação para decidir sobre o benefício.

Com a fuga dele do CPP de Valparaíso, o mandado de prisão foi expedido em 8 de janeiro de 2020, sustando o direito ao regime semiaberto. Ele também será indiciado pelo crime de posse ilegal de arma de fogo e permanecerá à disposição da Justiça.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.