Polícia

Idosa perde mais de R$ 17 mil em golpe do bilhete premiado em Birigui

Também entregou a golpistas um bolsa com 6 brincos de diamante, 5 anéis de diamante e 3 correntes de ouro

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
27/01/22 às 09h39

Uma mulher de 75 anos, moradora em Birigui (SP), perdeu mais de R$ 17 mil em dinheiro e várias joias ao cair no golpe do bilhete premiado na manhã de quarta-feira (26). As autoras são duas mulheres desconhecidas que a abordaram na frente do condomínio onde reside, no bairro Nossa Senhora de Fátima.

A idosa disse à polícia que por volta das 9h estava na calçada em frente ao condomínio quando foi abordada por uma mulher que se identificou como Maria, dizendo ter 54 anos e que residiria em Rancharia (SP).

A golpista contou que havia ganhado R$ 13.593.443,02 na quina de um sorteio de loteria, apresentou um bilhete com os números já conferidos à vítima e ofereceu 10% do valor para que ela ajudasse a resgatar o prêmio, já que ela não tinha condições de ir até o banco sozinha.

Comparsa

Durante a conversa apareceu outra mulher, aparentando ter 45 anos, e que se apresentou como advogada e residente em Presidente Prudente. Ela conduzia um Jeep Compass, ouviu a conversa e ofereceu ajuda à dona do suposto bilhete premiado.

A aposentada também se propôs a ajudar, mas como em todo golpe do tipo, a golpista pediu dinheiro para poder confiar na vítima.

Sem desconfiar do golpe, a idosa levou as duas mulheres ao apartamento dela e entregou aproximadamente 1.800 dólares, o que corresponde a quase R$ 10 mil; R$ 1.500,00 em dinheiro; 24 mil Ienes, que correspondem a pouco mais de R$ 1.100,00; e 25.000 Guaranis, que se for paraguaio, correspondem a aproximadamente R$ 20,00.

Mais dinheiro

De acordo com a vítima, apesar de ter entregue todo esse dinheiro, a portadora do suposto bilhete premiado argumentou que o valor era pouco, diante do que ela receberia se ajudasse a resgatar o prêmio, que somaria mais de R$ 1,5 milhão.

A idosa foi convencida a ir com a dupla até uma agência do Banco do Brasil, onde sacou mais R$ 5.000,00 em dinheiro e entregou para a golpista, que após pegar o dinheiro alegou que precisaria de um comprovante de residência da vítima.

As três então retornaram ao apartamento, mas apenas a idosa entrou em casa para pegar o comprovante exigido, deixando as outras duas no carro. Quando retornou, ela não as encontrou e descobriu que havia caído em um golpe.

Por fim, a idosa contou que as mulheres também levaram a bolsa dela, da marca Kipling, na qual havia seis brincos de diamante, cinco anéis de diamante e três correntes de ouro. O caso foi registrado como estelionato e um inquérito será instaurado.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.