Polícia

Jovem é presa ao roubar dinheiro e celular de idoso em Birigui

Vítima foi agarrada pelo pescoço com um golpe conhecido como mata-leão e teve objeto colocado nas costas pelo autor do crime

Lázaro Jr. - Hojemais Araçatuba
27/01/22 às 11h49

Uma mulher trans de 25 anos foi presa na noite de quarta-feira (26) em Birigui (SP), acusada de roubar o celular e dinheiro de um idoso. O crime aconteceu na rua Osvaldo Cruz, no Centro, e a acusada foi presa em flagrante.

Segundo o boletim de ocorrência, a vítima é um homem com 66 anos. Ele disse que estava caminho de casa quando foi agarrado pelo pescoço com um golpe conhecido como mata-leão de uma pessoa que chegou por trás. Após render o aposentado, essa pessoa encostou um objeto pontiagudo nas costas dele e mandou entregar R$ 50,00.

Ao responder que não tinha, o ladrão pegou a carteira dele e roubou todo o dinheiro que havia nela, sendo entre R$ 20,00 e R$ 30,00. Além disso, também foi roubado o celular e algumas moedas que estavam no bolso da vítima.

Presa

Quando os policiais seguiam para atender ocorrência, eles receberam aviso pelo rádio sobre as características do suposto autor e se depararam com a mulher trans no cruzamento da rua Alasca com a rua Guanabara, no Jardim Claiton.

Foi feita a abordagem e encontrados R$ 22,25 na bolsada vítima, que estava com um pedaço de metal de haste de guarda-chuva. A investigada foi apresentada ao idoso e reconhecida, pois ele alegou que para pegar as moedas e o celular, a autora do crime ficou frente a frente com ele.

Os dois foram apresentados no plantão policial e o delegado que presidiu a ocorrência decidiu pela prisão em flagrante. Após ser ouvida, a mulher trans ficaria à disposição da Justiça para audiência de custódia.

LGBTI

Resolução do Conselho Nacional de Justiça prevê que em caso de pessoa autodeclarada parte da população LGBTI, caberá ao magistrado, após questionamento da preferência da pessoa presa, determinar o local da prisão.

Nesse caso, a investigada se autodeclarou à polícia parte da população LGBTI e informou que em caso de condenação, pretende cumprir pena na penitenciária feminina.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.