Política

Aladim assume cadeira de Paquinha na Câmara de Birigui

Novo vereador usou tempo no tema livre para defender a atual administração, da qual fazia parte até ontem

Aline Galcino - Hojemais Araçatuba
20/10/20 às 21h41

*Matéria atualizada

Aladim faz juramento de compromisso com a função (Foto: Aline Galcino/Hojemais Araçatuba)

O radiadista Aladim José Martins (PTB) assumiu, na tarde desta terça-feira (20), a cadeira parlamentar antes ocupada por José Roberto Merino Garcia, o Paquinha (Avante), que está preso preventivamente.

A posse foi realizada nos primeiros instantes da sessão, seguindo o rito de entrega da declaração de bens e juramento de compromisso com a função.

Durante o uso do tema livre, Aladim disse que está na Câmara para contribuir com o Legislativo, trazendo uma experiência do outro lado, já que até ontem fazia parte do Executivo.

Falou da oposição que, na visão dele, está no papel do vereador que é o de fiscalizar, e aproveitou para defender a atual administração convidando os vereadores a conhecer os projetos desenvolvidos, muitos, segundo Aladim, que nem sequer foram prometidos.

Em seu tempo de fala, respondeu ainda a críticas e questionamentos feitos anteriormente pelos colegas. Falou ainda da sua atuação como vereador em legislatura anterior, denominando-se um “crítico”, porém “imbecil” por não procurar saber a realidade das coisas.

Finalizou lamentando o ocorrido com Paquinha e prometeu que numa próxima oportunidade irá explicar os trâmites dos recursos da Saúde, referindo-se às suspeitas de irregularidades que estão sendo investigadas pela Polícia Civil. Na sequência, o novo vereador participou da votação dos projetos.

Conhecido

De acordo com notícia publicada no site da Câmara, Aladim tem 63 anos, é natural de Araçatuba e bacharel em estudos sociais. É bastante conhecido em Birigui por sua carreira na área do radiojornalismo.

O agora vereador exercia o cargo de chefe de Gabinete na administração municipal até ontem (sua exoneração foi publicada hoje) e já atuou como parlamentar nos mandatos de 2009 a 2012 e de 1989 a 1992.

Nas eleições de 2016, conquistou a suplência com 830 votos, por meio do PTB - que disputou o pleito em coligação com o PMDB (hoje, MDB).

(Foto: Aline Galcino/Hojemais Araçatuba)
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Afastamento

O ato afastando Paquinha foi publicado no Diário Oficial do município desta terça. No documento consta que a suspensão e afastamento do vereador do Avante se dará “enquanto perdurar sua situação processual penal de privação de liberdade.”

No entanto, embora tenha sido preso temporariamente no dia 29 de setembro, durante a Operação Raio X, da Polícia Civil, os benefícios do vereador serão suspensos a partir da data da prisão preventiva, expedida em 8 de outubro.

De acordo com a publicação, assinada pelo presidente da Casa, Felipe Barone (Avante), a convocação do suplente obedece as normas eleitorais, e a decisão do Supremo Tribunal Federal e Tribunal Superior Eleitoral, de que o mandato pertence do partido político e não à eventual coligação ou ao candidato.

Segundo informou o Cartório Eleitoral de Birigui ao Hojemais Araçatuba, a Câmara entrou em contato com o órgão e foi informada de que a vaga é do partido ou da coligação que disputou à época. A decisão de quem assume a vaga cabe à Câmara. Aladim também esteve no cartório hoje para pegar seu diploma.

*Matéria atualizada às 9h do dia 21/10/2020 para incluir a informação de que Aladim também foi vereador no mandato de 1989 a 1992.

LEIA TAMBÉM
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍTICA
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.