Geral

70 anos de Dona Nena é marcado por muita emoção em Castilho

Conheça um pouco da história e o exemplo desta grande mulher que lutou para formar os filhos

Albecyr Pedro - Hojemais Três Lagoas
25/02/20 às 06h00
Dona Nena e o filho mais velho, Elvio Vargas (Foto: Allbecyr Pedro)

A história de Feliciana Prates Vargas, conhecida carinhosamente como Dona Nena em Castilho começa ser construída no ano de 1.964 com 14 anos de idade trazida pelos pais.

Com mais quatro irmãos, conviveu boa parte da infância na zona rural de Rubineia (SP), nas cidades de Montes Claros (MG), Andradina (SP) até chegar a Castilho.

Além dela, os pais também tiveram o saudoso Antônio de Medeiros, conhecido por ‘Caroço’ (falecido), José Vicente que chegou a ser vereador e prefeito de Montes Claros (MG), Auro Prates (falecido em 13 de fevereiro de 2012 em Castilho) e o caçula, o professor Hilário Prates.

Em Castilho, Dona Nena aposentou-se recentemente como servidora pública, após mais de 30 anos de excelentes serviços prestados na prefeitura, onde constituiu sua família e pode com dignidade criar seus seis filhos; Elvio Marcos Vargas, Eliana Vargas, Ana Maria Vargas, Simone Vargas, Lindalva Meriana Vargas, e Valquíria Vargas.

Começou no serviço de limpeza de vias públicas, depois foi trabalhar como servente nas escolas e por último no CIS (Centro Integrado de Saúde).

70 ANOS

Dona Nena completou 70 anos e para comemorar mais um ano de vida, boa parte da família vinda da região do interior paulista, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul se reuniram neste sábado (22) na ‘Garagem Eventos’.

Vieram para o encontro, familiares de Montes Claros (MG), Jundiaí (SP) Campinas (SP), Birigui (SP), Campo Grande (MS) entre outros que residem em Castilho.

Emocionada e feliz, Dona Nena fez questão de agradecer a presença de todos que participaram como ela disse, “de tão longe para a festa inesquecível”.

“Estou muito feliz com a presença dos meus filhos, irmãos, cunhadas, netos, sobrinhos, noras, genros, amigos, enfim todos. Muito bom poder ver todos reunidos. Foi uma festa maravilhosa. Esperava por este reencontro, mas não sabia que seria tão bom assim”, pontua.

“Agradeço muito a Deus por este momento. Peço licença a ele para viver muitos e muitos anos ao lado de meus filhos, familiares e amigos. Todos são meus amores e estarão sempre dentro do meu coração”, disse emocionada.

EXEMPLO

Avó de 11 netos, ‘Dona Nena’ fez questão de resumir com poucas palavras como criou os filhos e passou o legado ensinado pelos pais, que sempre foi o respeito, união, honestidade e o amor ao próximo.

“Nossa família sempre foi muito simples. Meu pai, minha mãe, meus irmãos, enfim nossa família sempre foi de pessoas muito unidas. Nunca houve desavenças. Meus filhos foram criados assim, e meus netos seguem o mesmo legado”, finalizou.

Elvio, o filho mais velho de ‘Dona Nena’ completou: “aproveitamos o aniversário da mãe para realizar o reencontro da família Medeiros e Vargas, conhecidos como Taboca”.

Conforme explica, o apelido veio do saudoso pai, falecido há mais de 15 anos e que trabalhava fazendo artes com o bambu, ou ‘Taboca’. “O apelido pegou, e muita gente em Castilho nos conhece por Taboca”, respondeu aos risos.

A luta da mãe para criar os filhos também foi lembrada e ele fez questão de destacar a reportagem. “Através de suas lutas como funcionária pública, criou todos os filhos e hoje temos uma gratidão enorme. A alegria dela é estar vendo os filhos todos formados, casados, pais e mães de família”, disse.

“Nós tivemos que sair de casa para tentar a vida fora, já que era uma época muito difícil. Eu fui para Campo Grande, minhas irmãs seguiram para Campinas e Jundiaí e hoje algumas já retornaram para Castilho. Temos muita gratidão por tudo que aprendemos com a nossa mãe. Ela nos ensinou com muita fé e espiritualidade, os verdadeiros valores da vida, como termos dignidade e honestidade”, destacou.

“Estamos muito felizes e quero aproveitar para agradecer aos amigos e familiares. Faz tempo que queríamos reunir a família. Realizar o reencontro da família! Já vínhamos trabalhando desde o ano passado, mas era difícil por causa da logística, pois, muitos moram distante. Desta vez, conseguimos concretizar este reencontro através do aniversário de 70 anos da mãe. Foi uma festa maravilhosa e uma grande oportunidade de rever os familiares”, completou.

ORGULHO

Para Hilário, o irmão caçula, o momento é de muita gratidão, alegria e falar da querida irmã é relembrar os ensinamentos de luta dos pais e o legado de união da família.

“Minha irmã é uma mulher guerreira, que lutou muito para criar os filhos. Graças a Deus, com muita batalha conseguiu formar todos com dignidade e hoje é um dia de felicidade. É um dia de estarmos homenageando e prestigiando mais um ano de vida desta mulher, que é um orgulho e um grande exemplo para todos nós", disse emocionado o professor Hilário.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM GERAL
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2020 - Grupo Agitta de Comunicação.