AO VIVO
Polícia

Homem transfere mais de R$ 2 mil via Pix para estelionatário em Três Lagoas

A vítima recebeu uma mensagem via WhatsApp com a foto/logo da agência com orientação passo a passo de como fazer para o desbloqueio do cartão

Albecyr Pedro - Hojemais Três Lagoas
19/05/22 às 07h01
Foto: Ilustrativa

Um homem de 54 anos procurou a 1ª Delegacia de Polícia Civil em Três Lagoas na tarde desta quarta-feira (18) após perder mais de R$ 2 mil durante um golpe.

Segundo a vítima na segunda-feira (16) às 17h32 recebeu uma mensagem via SMS informando que seu cartão de débito estaria bloqueado e tentou fazer contato com sua agência bancária, porém não obteve êxito.

Ainda conforme seu relato, recebeu uma mensagem via WhatsApp com a foto/logo da agência com orientação passo a passo de como fazer para o desbloqueio do cartão.

Acreditando na mensagem, ele foi orientado a ir até um terminal da agência, acessou o procedimento de gerenciamento de senha, realizou uma nova senha provisória e reenviou via WhatsApp.

Após chegar em casa percebeu que teria sido feito um pix no valor de R$ 2.013 mil de sua conta para a conta do estelionatário.

IDOSA 'ESPERTA' DENUNCIA TENTATIVA DE GOLPE

Uma idosa de 75 anos procurou a 1ª Delegacia de Polícia Civil na manhã de terça-feira (17) após ter sido vítima de uma tentativa de estelionato.

Conforme relatos da vítima, ela informou que recebeu um mensagem via WhatsApp, o qual estava com uma foto de seu filho mais velho, dizendo: "bom dia mãe".

Segundo a idosa, ela desconfiou pois não era o número do telefone do filho, somente a foto, momento em que perguntou se ele teria mudado de número.

O suposto filho respondeu que sim, e pediu para a idosa não apagar o número anterior, pois ele estava usando este somente durante o dia.

Na sequência, pediu R$ 8.980 mil para pagar um consórcio e o dinheiro que estava aplicado somente estaria disponível no dia seguinte.

A idosa de imediato percebeu que poderia ser um golpe, e pediu o número da conta, pois iria pedir para o gerente transferir.

Assim o suposto filho respondeu que o valor deveria ser depositado para P.E.L. da S., e deu a opção de dois pix, um seria o CPF e outro o e-mail, pedindo também que a vítima depois enviasse a foto do comprovante do depósito para ele dar baixa no pagamento.

A idosa disse que iria no banco, porém foi a delegacia para registrar a ocorrência.

Na unidade policial, ela verificou que o autor apagou somente os dados bancários das conversas, porém havia tirado print das conversas e enviadas para uma sobrinha. 

FALSO DELEGADO APLICA GOLPE DE R$ 3,5 MIL 

Um homem de 58 anos caiu no golpe do falso delegado e perdeu cerca de R$ 3,5 mil e procurou a 2ª Delegacia de Polícia Civil na tarde da última segunda-feira (16) para registrar a ocorrência.

Segundo a vítima, ele manteve contato via whatss app com uma mulher que se identificou como maior de idade.

Na sequência, uma pessoa identificada como delegado de Polícia Civil de Soledade (RS) entrou em contato como ele via whatsaapp por DDD (55) o acusando que estava se envolvendo com uma menina menor de idade e que o pai havia registrado um boletim de ocorrência.

Segundo informou o suposto delegado, ele retiraria o registro policial do sistema se a vítima pagasse o valor de R$ 5 mil até dia 18/05/2022 e se pagasse depois de 30 dias o valor seria de R$ 6 mil

O homem acreditou na conversa e realizou uma tranferência via Pix no valor de R$3,5 mil, porém o valor ainda está em análise não tendo caído na conta do estelionatário.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM POLÍCIA
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Daniele Brito
materia03@hojems.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.