AO VIVO
Dra. Amanda Valduga

Grelina e leptina: saiba como controlar o hormônio da fome e da saciedade com a Dra. Amanda Valduga!

O descontrole da grelina e da leptina podem levar a obesidade e consequentemente você pode desenvolver doenças associadas ao sobrepeso, como hipertensão, diabetes, aumento do colesterol, apneia do sono, acúmulo de gordura no fígado entre outras doenças que colaboram para redução da longevidade de vida

Julia Rafaeala  - Hojemais Três Lagoas 
14/06/22 às 08h50

Quem passa pelo processo de busca por uma vida mais saudável em algum momento desse caminho ouve falar sobre dois hormônios, a grelina e a leptina , que atuam em lados opostos no controle do apetite. 

A grelina é popularmente conhecida como o hormônio da fome, isso porque a sua função é alertar o corpo quando os nutrientes estão caindo e você precisa continuar funcionando.  É esse hormônio quem envia o comando para o seu cérebro e para o trato gastrintestinal, que automaticamente provocam a produção da saliva na boca, as sensibilidades olfativas e consequentemente despertam em você aquela vontade de procurar por comida.

Do outro lado temos a leptina, ou melhor, o hormônio da saciedade, que é liberado enquanto você se alimenta. Conforme os nutrientes se espalham pelo corpo, as células que precisam funcionar o tempo todo ganham energia e os estoques são reabastecidos para que você possa ficar um tempo sem comer. Quando seu corpo passa por esse processo seu cérebro entende que você já pode descansar os talheres. 

Atuação da grelina e leptina no controle do apetite. Hojemais Três Lagoas

Mas afinal, o que esses dois hormônios têm a ver com a minha busca por uma vida mais saudável? É simples, o descontrole da grelina e da leptina podem levar a obesidade e consequentemente você pode desenvolver doenças associadas ao sobrepeso, como hipertensão, diabetes, aumento do colesterol, apneia do sono, acúmulo de gordura no fígado entre outras doenças que colaboram para redução da longevidade de vida. 

Apesar da relação dos hormônios com a obesidade e outras doenças, a Dra. Amanda Valduga (CRM/MS 12.049), referência em emagrecimento avançado na cidade de Três Lagoas, afirma que é possível controlar esses dois hormônios por meio de algumas atitudes. Para saber quais são elas, continue a leitura e confira! 

Dra. Amanda Valduga (CRM/MS 12.049), referência em emagrecimento avançado na cidade de Três Lagoas.

Controle a grelina comendo! 

Segundo a médica, não existe um método universal para controlar esses dois hormônios, isso porque cada metabolismo trabalha de forma diferente, entretanto, sabemos que tanto a grelina quanto a leptina estão interligados a alimentação.

“Dietas restritivas são um dos principais fatores que desregulam os hormônios, sendo assim, a principal ferramenta de controle é comer! Comer de maneira correta, quando sentir fome e parar quando se sentir saciado. Quando você fica longos períodos sem comer ou faz uma ingestão menor de nutrientes, o seu cérebro pode ficar um pouco confuso e a produção da grelina e da leptina são prejudicadas. Esse cenário só reforça a importância de procurar um médico especialista na hora de iniciar uma dieta nova, pois cada metabolismo funciona de uma forma diferente e nem sempre a restrição alimentar rigorosa é o melhor caminho” – explica Valduga. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durma melhor

Dentre os fatores que prejudicam a produção desses dois hormônios, está o ato de dormir, pois tanto a grelina como a leptina entre outros hormônios são produzidos enquanto dormimos, ou seja, se você dorme mal consequentemente essa produção está sendo prejudicada e é provável que no decorrer do dia você sinta mais fome do que o normal. 

“Isso nos mostra que não podemos culpar um único fator pelo ganho de peso ou surgimento de doenças associadas, tendo em vista que isso é resultado de uma série de condições metabólicas e de estilo de vida. No entanto, é importante destacar que esses dois hormônios associados à obesidade (grelina e leptina) podem ser controlados. Primeiro é importante procurar auxílio médico especializado para aprender a colocar em prática algumas atitudes, como fazer exercícios físicos, ter uma boa noite de sono e se alimentar com variedade e qualidade. Além disso, é importante conhecer seu corpo e entender os sinais que ele dá, comendo quando se tem fome e parar quando estiver saciado, evitando comer por gula” – finalizou. 

Tem dúvidas sobre a grelina, a leptina ou sobre como elas atuam no seu corpo? Então clique no botão abaixo e agende sua consulta agora mesmo com a Dra. Amanda Valduga (CRM/MS 12.049): 

Para conhecer mais sobre o trabalho da Dra., siga a médica por meio das redes sociais:

A Dra. Amanda Valduga (CRM 12.049 MS) é uma médica especializada em emagrecimento avançado, soroterapia e medicina integrativa para promover a reversão do sobrepeso de maneira eficiente, segura e rápida. Entre as abordagens aplicadas pela Dra. Amanda está a polissonografia, a soroterapia e o implante hormonal subcutâneo que aliados restabelecem a sua melhor versão!

 MAIS DE DRA. AMANDA VALDUGA
VEJA TODAS DE DRA. AMANDA VALDUGA
Franquia:
Três Lagoas MS
Franqueado:
Empresa Jornalística e Editora Hojemais Ltda.
01.423.143/0001-79
Editor responsável:
Sérgio Scalone - MTB 8388/SP
atendimento@agitta.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.