Autos

Como uma bússola, Jeep Compass sabe o caminho da liderança

SUV é oferecido em sete versões com preço a partir de R$ 165 mil

Sérgio Dias - Especial para o Hojemais Araçatuba
24/02/22 às 21h00
(Fotos: Sérgio Dias/Colaboração)

O Jeep Compass foi líder absoluto de emplacamentos em 2021 no segmento: foram 70.923 unidades durante o ano passado de um veículo que tem a versão de entrada com preço na casa dos R$ 165 mil. Se o Compass fosse uma marca e não um modelo de veículo, seria a 9ª mais vendida do Brasil, deixando para trás marcas tradicionais como Nissan, Ford, Peugeot, Citroën, Mitsubishi e outras.

O Hojemais Araçatuba teve a oportunidade de conhecer e avaliar a versão S T270, topo e mais cara da linha Jeep Compass com preço a partir de R$ 217, que por ser a mais completa do modelo não possui equipamentos opcionais e entrega muito conforto em todas as situações, no asfalto e inclusive em situações off-road.

A versão S T270 é equipada com o novo motor T270, que tem o maior torque e maior potência entre os propulsores flex produzidos no Brasil e transmissão automática de seis velocidades. Com potência máxima de 185 cavalos quando abastecido com etanol, ele leva o Compass de 0 a 100 km/h em apenas 8,8 segundos e tem nota A de consumo pelo Inmetro. 

A falta de uma opção de motorização híbrida tira pontos do modelo, já que seu principal concorrente, o Toyota Corolla Cross, oferece. Por outro lado, a fabricante japonesa não tem a oferta de uma eficiente motorização turbo flex e o Jeep Compass é o único que conta com opção do diesel em seu segmento.

Embora não tenha tração 4x4, o Jeep Compass S T270 é equipado com o Traction Control +, um sistema de controle de tração que atua em condições em que o veículo tenha piso de baixa aderência com o solo em uma das rodas, como é mais comum de ocorrer em situações off-road, uma boa vantagem frente aos seus principais concorrentes. 

Aventura

Esse sistema aplica torque de frenagem na roda que está escorregando e transfere, pelo diferencial, o torque para outra roda que esteja em contato com o piso. Para habilitar a função, que utilizamos na subida da Pedra Grande, pico rochoso localizado na cidade de Atibaia (SP), bastou pressionar a tecla ASR OFF no painel.

A aventura acima foi facilitada pelo fato de o modelo ter ângulo de entrada de até 21,5°, possibilitando mais conforto e capacidade de vencer obstáculos cotidianos como buracos, canaletas e trechos off-road.

Outro recurso de destaque na versão é o modo Sport, que ao ser ativado é possível selecionar uma calibração diferenciada, com trocas de marchas mais rápidas que passam a ser realizadas em rotações mais altas. Isso torna a resposta do acelerador mais ágil e a direção fica mais firme, proporcionando uma experiência de condução e uso dos 185 cavalos de potência do modelo numa pegada mais esportiva.

Design

Seu design também se destaca quando comparado aos Toyota Corolla Cross, com o abafador do escapamento muito baixo e exposto na traseira e o Volkswagen Taos, que tem sua beleza, mas se identifica como um mini-Tiguan. Seus faróis são em Full LED com assinatura em LED e os de neblina contam com a mesma tecnologia, o que garante mais segurança ao dirigir à noite, por exemplo.

Sua central multimídia tem tela de 10,1” Full HD e apresenta navegação embarcada e espelhamento para Android Auto e Apple CarPlay através de conexão sem fio, o que não é novidade nem exclusividade do modelo.

Além disso, recebeu a plataforma de serviços conectados da Jeep, a Adventure Intelligence by Jeep Connect, que traz localizador de estacionamento e de posto de combustível através da central multimídia, Send & Go para pesquisa de algum ponto de interesse, como restaurantes, estacionamentos e outros estabelecimentos, Last Mile Navigation, recurso permite ao usuário enviar do sistema de navegação para o aplicativo móvel o último endereço salvo e o remote Start, que possibilita ligar o modelo pelo celular ou por dispositivos com assistente de voz, como a Alexa.

Equipamentos

A versão ainda é equipada com direção autônoma, controle de velocidade adaptativo (ACC), alerta de colisão com frenagem automática (FCW), alerta de mudança de faixa (LDW), Park Assist e farol alto automático (AHB). 

E para ampliar a segurança, o Jeep Compass S T270 conta também com frenagem de emergência para pedestres, ciclistas ou motociclistas, detector de fadiga do motorista e rconhecimento de placas, que por meio da câmera frontal reconhece as placas de velocidade nas vias e informa o motorista através do painel de instrumentos.

Além das tradicionais bolsas de ar frontais para motorista e passageiros, a versão traz também os airbags laterais e de cortina, o que proporciona ainda mais segurança para seus ocupantes e outro adicional para os joelhos do motorista.

Uma função que é muito útil para quem está com as mãos carregadas para encher o porta-malas é aquele conhecido movimento do pé por baixo do para-choque traseiro, que por meio de um sensor detecta a presença e aciona o sistema. 

Completam a lista de equipamentos do Jeep Compass S T270 teto solar elétrico e panorâmico Command View, forro do teto em preto, pintura das partes plásticas na cor da carroceria, som premium Beats, banco elétrico do passageiro e tomada auxiliar 127 volts. 

Ele está disponível nas novas cores Cinza Sting, Branco Polar, Prata Billet, Marrom Deep, Verde Recon, Preto Carbon e Azul Jazz. No acabamento interno as cores são Preto, Marrom Arizona e Cinza Steel.  

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM AUTOS
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.