Cotidiano

Cristiano Olsen, primeira escola de Araçatuba, recebe reforma de mais de R$ 2 milhões

Segundo a Prefeitura, projeto da escola foi concebido visando modernizar o prédio sem que fosse perdida sua identidade histórica de quase 100 anos de fundação

Da redação - Hojemais Araçatuba
02/12/21 às 14h00
(Foto: Divulgação)

Após 96 anos de sua fundação, o primeiro grupo escolar de Araçatuba (SP), a escola Cristiano Olsen foi reinaugurada nesta terça-feira (30), após ampla reforma feita na unidade. O investimento total foi de R$2,6 milhões.

A reinauguração abriu as comemorações de aniversário de 113 anos de Araçatuba. O evento contou com a presença de personalidades que fizeram história na escola, familiares, alunos e profissionais da Educação de todas as épocas. Autoridades municipais também estiveram presentes. 

Obras

Para a reforma da Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Cristiano Olsen, foram firmados dois contratos por meio de licitação. A empresa RB Engenharia e Construções LTDA. Fez a reforma na parte estrutural no valor de R$ 2.195.877,79. As instalações elétricas foram de responsabilidade da HBMF Engenharia e Construções Eireli-EPP, com contrato no valor de R$ 446.380,80. No total, foram investidos R$ 2.642.258,59.

O projeto da escola foi concebido visando modernizar o prédio sem que fosse perdida sua identidade histórica de quase 100 anos de fundação e sua arquitetura, informou a Prefeitura.

A escola foi construída sobre um grande porão, característica típica das casas de fazenda do início do século XX, com assoalhos em madeira. As salas foram totalmente reformadas com a instalação de laje em alvenaria para o piso e instalação de pisos cerâmicos, mais modernos e seguros para os alunos, e os antigos forros de madeira deteriorados foram substituídos por novo forro em gesso.

Na secretaria, o piso e o forro foram revitalizados utilizando peças de madeira do assoalho e do forro originais da escola, para homenagear a história do prédio e de todos os alunos e professores que já passaram pela escola. As salas administrativas também foram reformadas com sala de coordenação e direção independentes, uma ampla sala dos professores e modernos sanitários para os funcionários.

Os pisos da escola também foram trocados. Nas salas, cozinha, e vestiários, foram instalados novos pisos cerâmicos mais resistentes e com paginação diferenciada. O refeitório foi ampliado e também foi feito novo piso e no pátio descoberto, foram instalados novos jardins, sistema de escoamento e pisos intertravados que facilitam a drenagem da água da chuva.

A reforma também priorizou a acessibilidade do prédio. Foi construída uma rampa coberta para acesso às salas de aula, rota acessível com piso tátil em toda a escola e vestiários acessíveis com alarme de emergência.

A cozinha e os sanitários dos alunos foram modernizados com novo piso e manutenção das instalações hidráulicas. Também foi construída nova lavanderia/área de serviço e a despensa foi reformada com instalação de prateleiras.

Quadra

Outro ponto de destaque da reforma foi a construção de uma moderna quadra poliesportiva coberta. a escola agora conta com uma quadra totalmente remodelada, com piso de alta qualidade e cobertura em telhas termoacústicas para maior conforto térmico dos alunos.

Todas as instalações elétricas da escola foram refeitas, respeitando todos os padrões de segurança e normas mais recentes. Foi instalada nova entrada de energia elétrica e foram mais de oito mil metros de fios e de 300 lâmpadas em led instalados na unidade. A escola também foi totalmente climatizada e agora conta com ar condicionado em todas as salas.

A escola foi totalmente pintada, mantendo os detalhes e desenhos da fachada característicos do prédio, disse nota encaminhada para a imprensa. O telhado também foi trocado e foi instalada manta térmica para maior conforto dos alunos e funcionários. Agora também conta com sistema de combate ao incêndio com saídas de emergência, hidrantes, extintores e iluminação de emergência.

 

História

Em 15 de janeiro de 1947 passou a ser chamada “Grupo Escolar Cristiano Olsen” e em 1976 foi transformada em escola estadual de primeiro grau, quando passou a chamar-se “E.E.P.G. Cristiano Olsen”.

Em 1999 inicia-se o processo de municipalização das escolas de ensino fundamental e a partir deste, a transição das escolas de ensino da gestão estadual para municipal.

Atualmente, a Emeb Cristiano Olsen atende 265 alunos de 1° ao 5° ano.

 RECOMENDADO PARA VOCÊ
 EM DESTAQUE AGORA
VEJA TODOS OS DESTAQUES
 ÚLTIMAS EM COTIDIANO
Franquia:
Araçatuba SP
Franqueado:
Connect Empresa Jornalística e Editora LTDA
32.184.870-0001/54
Editor responsável:
Aline Galcino - MTB: 43087/SP
aline.galcino@ata.hojemais.com.br
Todos os direitos reservados © 1999 - 2022 - Grupo Agitta de Comunicação.